Capital Rondônia

Feiras livres adotam medidas sanitárias para evitar proliferação do coronavírus

Feirantes usam máscara, fornecem álcool aos clientes e os locais passam por sanitização antes e depois das feiras

A Prefeitura de Porto Velho permitiu o funcionamento normal das feiras livres, porém, todos os feirantes devem cumprir as orientações sanitárias para que não haja o perigo de proliferação do novo coronavírus entre feirantes e os frequentadores do local.

“Fizemos as adequações necessárias como a troca das tendas que estavam sujas, colocamos barracas menores e ampliamos os espaços entre elas. Os corredores estão mais arejados e implantamos um controle sanitário mais rigoroso no interior das feiras, tudo com objetivo de evitar a contaminação das pessoas”, explicou o secretário de Serviços Básicos, Rainey Viana.

Além desses cuidados já mencionados pelo secretário, a Prefeitura exige que cada feirante utilize máscara e disponibilize álcool para os clientes higienizarem as mãos. Também como parte das medidas adotadas, não é permitida a manipulação ou fabricação de qualquer tipo de alimento no local.

“É permitida somente a venda de hortifrúti e produtos in natura para serem manipulados pelos compradores em suas casas. Para garantir que todas as medidas sejam cumpridas nós reforçamos a fiscalização”, disse Viana.

O secretário acrescenta que a Prefeitura está desinfectando os locais antes e depois das feiras com quaternário de amônia, produto certificado pela Anvisa e apropriado para realizar a sanitização nesse tipo de ambiente, devido a sua eficácia.

Comdecom