Connect with us

Hi, what are you looking for?

Cultura

Festival Sonora PVH é premiado na Lei Aldir Blanc

O Sonora chega a sua 3ª edição em Porto Velho em ambiente online, ofertando exibição de shows e oficinas.

Reafirmando seu lugar no calendário musical brasileiro, o Festival Internacional de Compositoras – Sonora PVH –
projeto contemplado pela Lei Aldir Blanc através da Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (SEJUCEL) – realizará sua terceira edição nos meses de março a abril de 2021 com uma programação totalmente gratuita. O projeto, desenvolvido e coordenado em Porto Velho pela produtora e compositora Izabela Lima, acontecerá pela primeira vez exclusivamente em plataformas digitais.

O Sonora PVH ofertará uma programação que inclui a exibição de 5 dias de shows com compositoras locais, entrevistas e oficinas, fortalecendo o objetivo principal da organização nacional do Festival que é incentivar e difundir a força das mulheres compositoras. Dentre as artistas já confirmadas, fazem parte da programação de shows as artistas Marcela Bonfim, Kali, Gabriê e Paulina Aisllin.

Para as mulheres que desejam integrar a programação do Festival, será divulgado um edital em breve com a regulamentação das inscrições.

Uma novidade desta edição é o Sonora LAB, um laboratório criativo que visa à formação e capacitação das mulheres
rondonienses para o mercado musical, contribuindo com a profissionalização dessas artistas. O laboratório será
composto por 7 oficinas culturais gratuitas, ministradas por experientes facilitadoras exclusivamente para mulheres cis e trans.

Segundo a coordenadora geral do Sonora, Izabela Lima, as atividades ofertadas pelo Festival “têm como intuito
promover trocas de experiências, informação e conteúdo de base visando uma atuação inclusiva, diversificada e
potencializadora das artistas. Esse intercâmbio poderá ser um espaço de empoderamento e geração de renda de artistas mulheres em tempos de pandemia.”

Respeitando os protocolos de saúde pública vigentes, toda a programação desta edição (incluindo as oficinas)
acontecerá de maneira online nas redes sociais oficiais do Festival e no YouTube.

Toda programação será oferecida gratuitamente ao público.

SOBRE O FESTIVAL SONORA FESTIVAL INTERNACIONAL DE COMPOSITORAS

O “Sonora – Festival Internacional de Compositoras”, hoje considerado o maior do mundo em sua categoria, nasceu da iniciativa da musicista mineira Deh Mussulini em dar visibilidades às mulheres compositoras do Brasil, quebrando o imaginário de que existem poucas artistas que criam sua própria arte musical em nosso País. A partir da viralização da hashtag #mulherescriando, Deh e as compositoras Flávia Ellen, Amorina e Bia Nogueira (Belo Horizonte); Ana Luisa Barral (Salvador), LaBaq (São Paulo), Ilessi (Rio de Janeiro) e Isabella Bretz (BH, Lisboa e Dublin); idealizaram em conjunto o Festival Sonora. Assim, o evento que posteriormente foi integrando outras artistas, vem cumprindo desde 2016 o seu objetivo de dar visibilidade e promover a mulher compositora.

SOBRE O FESTIVAL SONORA PVH FESTIVAL INTERNACIONAL DE COMPOSITORAS – SONORA PVH

A ideia de produzir o Festival SONORA em Porto Velho partiu da cantora e instrumentista Izabela Lima, artista manauara e beradeira de coração, que sentiu-se motivada a “pensar e promover redes colaborativas como forma de inspiração ao protagonismo feminino, por meio da troca de experiências e consolidação de aprendizados no processo de gestão criativa de projetos.” O Festival Sonora PVH já conta com duas edições (2018 e 2019) em Porto Velho, tendo apresentado e contribuído para divulgação das artistas rondonienses.

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...