Início Capital Funcultural confirma que Porto Velho terá carnaval de rua

Funcultural confirma que Porto Velho terá carnaval de rua

Prefeitura apenas não repassará recursos para as escolas de samba

O Rondoniense Funcultural confirma que Porto Velho terá carnaval de rua
O Rondoniense Funcultural confirma que Porto Velho terá carnaval de rua

O carnaval de rua, em Porto Velho, não foi cancelado. “Os blocos sairão normalmente”, informou o presidente da Fundação de Cultura (Funcultural), Ocampo Fernandes. São em torno de 16 blocos na capital.

“Eles comercializam abadás e, com o dinheiro arrecadado, bancam os custos, como sempre ocorreu”, afirmou Ocampo. O presidente esclareceu que o prefeito Hildon Chaves cancelou apenas o repasse de recursos que seria feito às escolas de samba.

Na tarde desta última segunda-feira (7/1), representantes de seis blocos de rua participaram de reunião na Funcultural, para prestar apoio a Ocampo Fernandes em relação à decisão adotada pelo prefeito Hildon Chaves, de não liberar recursos para as agremiações carnavalescas.

Comerciantes – MP

Na reunião, foram discutidas ainda questões referentes às reclamações feitas ao Ministério Público do Estado (MP), por parte dos comerciantes e moradores dos corredores onde desfilam os blocos do Areal, do Mocambo, da Pinheiro Machado e da zona Sul. Eles (comerciantes) querem que a festa encerre mais cedo, por volta das 3h da manhã. Alguns blocos chegam a amanhecer o dia. O MP está ouvindo empresários e representantes dos blocos para chegar a um acordo.

Os comerciantes da Zona Sul, em especial, fizeram um abaixo-assinado ao MP para que as ruas daquela região não sejam fechadas para os ensaios dos blocos Jatuarana Sul, Furacão e Leva Eu. “Deixando claro que os comerciantes não são contra a realização do carnaval, eles apenas não concordam com o fechamento da avenida para o pré-carnaval”, acentuou o presidente da Funcultural.

Alternativa

Para solucionar a questão dos ensaios (pré-carnaval), a Funcultural deu duas opções de espaço: o Parque dos Tanques e o Mercado Cultural. A maioria optou pelo Mercado Cultural, que já tem estrutura, é no centro da cidade e a área é cercada por grades. “Esta foi a melhor decisão adotada por eles”, declarou o presidente.

Além da administração da Funcultural, participaram da reunião os blocos Areal Folia, Até que a Noite Vire Dia, Vai e Volta, Banda do Vai Quem Quer, Murupi e Jatuarana Sul.

Comecom