Destaques

Gasolina teve aumento de quase 15% nos postos de combustível

Diário da Amazônia

Dados disponibilizados pelo Programa de Educação Tutorial – PET do curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Rondônia – UNIR, apontou que o combustível teve aumento considerável do mês de agosto para o mês de setembro.

De acordo com o levantamento, o litro da gasolina comum, com preço médio de R$4,57 teve um aumento de
14,16% no mês de setembro em comparação com o mês de agosto. Em relação ao mês de setembro de 2019, o preço da gasolina comum teve um aumento de 3,39%.

Por fim, no ano de 2020 o preço do litro da gasolina teve um aumento de 6,25%.

A pesquisa também verificou a diferença no preço da gasolina entre os postos de combustíveis. A alteração de valor para um posto e outro chegou a 3,15%. Ou seja, de R$ 0,14 de um estabelecimento a outro, variando entre R$4,45 e R$4,59.

No mês de agosto, o valor mais em conta do litro da gasolina teve variação de 18,35%, variando de R$3,76 em agosto para R$4,45 em setembro.

Diesel
O litro do diesel, com preço médio de R$3,60, teve um aumento de 1,01% no mês de setembro em comparação com o mês de agosto. Já em relação ao mês de setembro de 2019, o preço do diesel teve uma queda de 7,64%. No ano de 2020 o preço do litro do Diesel teve uma queda de 10,04%.

A diferença no preço do diesel entre os postos de combustíveis chega a 14,24%, ou seja, os valor chegam a ter R$0,48  de diferença por litro, variando entre R$3,37 e R$3,85.

Etanol
Segundo a Unir, o litro do etanol, está com a média de R$3,53. A pesquisa aponta que os valores tiveram uma queda de 2,80% no mês de setembro em comparação com o mês de agosto. Já em relação ao mês de setembro de 2019, o preço do etanol teve uma queda de 2,22%. Para o ano de 2020 o preço do litro teve uma queda de 0,43%.

Apesar da média do valor do Etanol, existe uma diferença de preço entre os postos de combustíveis, que chega a 13,76%, ou seja,  diferença chega até R$0,45 por litro, variando entre R$3,27 e R$3,72.

O valor mais baixo do litro do etanol não teve variação, mantendo-se R$3,27 em setembro. O preço mais alto variou de R$3,90 em agosto para R$3,72 em setembro.

Custo-benefício no uso do combustível
O cálculo de custo-benefício entre os combustíveis demonstra que, pelos preços médios, o preço do etanol corresponde a 77% do preço da gasolina comum.

Nesse caso, o uso do etanol não é recomendado, a não ser que o custo-benefício seja abaixo de 70%. Levando-se em conta que o preço médio da gasolina comum é de R$4,57, então o preço do álcool deveria ser de, no máximo, R$3,20.