Estilo de vidaMundoTecnologia

Google e Walmart anunciam parceria em serviço de compra por voz

Walmart permitirá que os clientes façam compras por comando de voz por meio do assistente virtual doméstico do Google, uma tentativa de enfrentar a crescente influência da Amazon.com no comércio eletrônico. A partir deste mês, clientes do Walmart poderão adicionar itens diretamente aos carrinhos de compras on-line dizendo “Hey Google, talk to Walmart (Olá, Google, fale com o Walmart)”.

Informações sobre compras anteriores ajudarão a identificar a marca e quantidade corretas — por exemplo, se o cliente toma leite desnatado ou com 1% de gordura sem ter que especificar, segundo Tom Ward, vice-presidente sênior de operações digitais do Walmart. Na terça-feira, Ward disse em um blog que os clientes poderão fazer seus pedidos em casa ou quando estiverem fora, pelo smartphone.

“Estamos começando com o Google e adicionando outros ao mix com o passar do tempo”, disse Ward.

O serviço de compras por comando de voz surge de uma parceria entre as duas empresas que começou em agosto de 2017, uma das várias alianças feitas pelo Walmart nos últimos anos com empresas de tecnologia, como a Microsoft, a chinesa JD.com e a japonesa Rakuten.

Mas a parceria Walmart-Google não havia apresentado muitas novidades desde então, especialmente depois de o Walmart ter saído da plataforma de compras do Google no começo deste ano. Para o Google, do grupo Alphabet, a parceria com a maior varejista do mundo poderia ajudar seu assistente virtual doméstico a competir com o dispositivo Echo, da Amazon.

Não será fácil: em dezembro, a Amazon controlava 70% dos 66 milhões dos alto-falantes inteligentes instalados nos EUA, segundo dados da consultoria Consumer Intelligence Research Partners. O Google Home tinha apenas 24%.

Tanto a Amazon quanto o Google também enfrentam o desafio de convencer consumidores a comprar por comando de voz, o que é complicado para itens perecíveis, como salmão fresco. Apenas 4% dos clientes usam assistentes de voz para o planejamento de compras, segundo pesquisa da consultoria Bain & Co., uma fração dos que possuem alto-falantes inteligentes.

Esse sistema de compra por sistema de voz apesar de não ser usualmente comum aqui no Brasil, se o sistema emplacar, e a parceria da Google e Walmart der certo, nada impede de a Google ou outro empresa do ramo de tecnologia e Apps, também fechar parcerias com varejistas no Brasil.

Comentários
Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar