Rondônia Saúde

Governo adquire máscaras que serão utilizadas por profissionais da saúde no atendimento direto a infectados pelo coronavírus

Um lote contendo 16 mil máscaras de proteção NR95 adquirido pelo governo do Estado chegou na manhã de terça-feira, 31, em Porto Velho. A princípio, as máscaras que fazem parte do Equipamento de Proteção Individual (EPIs) serão destinadas para os profissionais de saúde que estarão diretamente envolvidos com as pessoas infectadas e na coleta das amostras para exames referentes ao coronavírus (Covid-19). A nova remessa de material foi transportada de Guarulhos/SP para Porto Velho com o uso da aeronave Grand Caravan EX, do Grupamento de Operações Aéreas (COA) do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia.

Fotos: Daiane Mendonça

O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, foi conferir ‘in loco’ o descarregamento da nova remessa do equipamento de proteção individual no aeroporto Internacional de Porto Velho – Governador Jorge Teixeira de Oliveira, juntamente com o secretário-chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves; o secretário estadual de Saúde (Sesau), Fernando Máximo; e o comandante geral do Corpo de Bombeiros, Demargli Farias.

Estamos recebendo neste momento as máscaras de proteção NR95 (hospitalar) que compramos ainda em fevereiro deste ano, ou seja, muito antes de qualquer questão da pandemia chegar ao Brasil ou em Rondônia. Muito antes mesmo o governo do Estado já demonstrou preocupação com o problema. Estamos garantindo o abastecimento de 16 mil máscaras de proteção”, enfatizou o governador que, ao mesmo tempo, destacou todo o compromisso do Corpo de Bombeiros Militar que utilizou a aeronave para o transporte do equipamento de proteção individual dos profissionais de saúde.

Fotos: Daiane Mendonça

Vale ressaltar que essa nova remessa vem somar às que chegaram na quarta-feira (25) e no sábado (28). Ao todo já chegaram 22 mil máscaras de proteção, 30 mil aventais cirúrgicos, além diversos kits de Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) que já foram anteriormente adquiridos pelo estado.

A máscara de proteção N95 deve ser usada junto com outros equipamentos de proteção individual por quem atender a casos suspeitos ou confirmados de coronavírus em procedimento que possa ter contato direto com os infectados.

Fotos: Daiane Mendonça

O secretário Fenando Máximo voltou a enfatizar a preocupação do governo do Estado para garantir condições necessárias de atendimento em casos graves. “Temos hoje oito casos confirmados, um deles mora em São Paulo. Infelizmente uma pessoa foi a óbito. Em Rondônia temos 6 pessoas infectadas pelo coronavírus e que estão sendo tratados e não apresentam gravidade. Mesmo assim, estamos nos precavendo com leitos de UTIs montados com ventilação respiratórios.  No hospital Cosme Damião temos também mais seis UTIs montadas e estamos montando também em Cacoal atendendo toda a determinação do governador Marcos Rocha”, argumentou o secretário.

Fonte: Secom/Ro