Educação Rondônia

Governo de Rondônia antecipa preparação dos alunos do 3º ano e inicia distribuição dos kits “Revisa Enem”

Mesmo em meio à crise causada pela pandemia do coronavírus, alunos do 3º ano do Ensino Médio vivem a expectativa da edição 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), previsto para o final deste ano. Para melhor preparar os alunos, o Governo de Rondônia novamente se antecipa e dá inicio à distribuição de kits “Revisa Enem”, compostos por livros e DVDs que contêm as quatro áreas do conhecimento: Linguagens, Ciências Humanas, Matemática e Ciências da Natureza, com intuito de garantir aos estudantes uma revisão ampla em busca de melhores resultados.

Ao todo, serão distribuídos cerca de 14.800 kits “Revisa Enem” em toda a rede pública de ensino estadual. Ações desenvolvidas para melhor assistir e preparar os alunos vêm acontecendo desde 2019, quando o governo do Estado também garantiu aos estudantes, que iriam enfrentar o desafio do Enem, medidas para melhoria do aprendizado, a exemplo dos mais de 1.300 aulões realizados em vários municípios.

O início da distribuição dos kits foi chancelado pelo governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, na tarde de terça-feira (28), durante breve conversa com o secretário de Estado da Educação (Seduc), Suamy Vivecananda Lacerda, juntamente com a diretora geral de educação, Irany Oliveira Morais.

Ao tecer comentário sobre a preparação para o Exame, o governador enalteceu o desempenho dos alunos do chamado “terceirão” que se submeteram ao Enem em 2019, alcançando resultados satisfatórios, onde a maioria conseguiu pontuação entre os níveis adequado e avançado. Vale ressaltar que a pontuação sempre gera ansiedade aos alunos e por esse motivo quanto mais tempo se prepararem, melhor será o resultado dos alunos rondonienses, conforme prevê o governador Marcos Rocha.

O governador avaliou o momento como investimento para alavancar a educação do Estado, sendo uma das principais medidas anunciadas no Plano Estratégico, como também o foco na qualidade do Ensino Médio, umas das responsabilidades principais do Executivo Estadual em relação à educação pública.

“No ano passo tivemos bons resultados no Enem, graças à dedicação dos alunos, dos nossos professores, do secretário Suamy Vivecananda, bem como todos os servidores que atuam na área de educação. Utilizamos no ano passado o “Revisa Enem”, adquirido ainda no segundo semestre. Para este ano, estamos antecipando e a nossa Secretaria de Educação vai entregar agora o novo material aos nossos alunos do terceiro ano do ensino médio”, definiu o governador Marcos Rocha.

O secretário Suamy Vivecananda acrescentou sobre o cumprimento com o plano de governo que sempre apontou a preocupação de melhoria no Ensino Médio, por ser uma etapa importante na vida de cada aluno. O secretário chama a atenção para o planejamento estratégico, para melhor atender aos alunos, e todo o material disponibilizado no kit é considerado determinante para prepará-los dentro das áreas do conhecimento, tais como: Linguagens, Ciências Humanas, Matemática e Ciências da Natureza, incluindo redação.

“Estaremos distribuindo para 14.800 estudantes do terceiro ano do Ensino Médio da rede pública estadual, matriculados nas nossas escolas. Trata-se de um material acompanhado de uma plataforma digital “Revisa Enem”, que tanto bem fez aos nossos alunos no ano de 2019. Este ano, estamos entregando mais cedo como bem antecipou o governador Marcos Rocha e com certeza teremos resultados até melhores do que tivemos em 2019”, disse o secretário, que logo em seguida ouviu do governador a afirmativa de que não há dúvidas sobre a melhor preparação dos estudantes, evidenciando que cada aluno se dedique, estude, respeite os professores, para que todos possam cumprir as metas do “Revisa Enem”.

Os kits estão sendo entregues nas Coordenadorias Regionais da Seduc e serão disponibilizados às escolas, para distribuição aos estudantes, obedecendo todas as normas de segurança para não gerar aglomerações, como forma de evitar a proliferação da Covid-19, podendo assim os estudantes revisarem todo o conteúdo do Ensino Médio, mesmo com as aulas presenciais suspensas com a pandemia do coronavírus.

Secom/Ro