politica

Governo demite o presidente da Funarte pela segunda vez

Divulgação

O presidente ministro Chefe da Casa Civil, Braga Netto, tornou sem efeito no começo da noite desta terça-feira, 5, portaria que readmitia o maestro Dante Mantovani como presidente da Funarte. A portaria, publicada em edição extra do Diário Oficial da União, torna sem efeito outra portaria, que tinha sido publicada pela manhã, renomeando o maestro para o cargo.

Mantovani foi demitido pela segunda vez no governo Bolsonaro logo após dar entrevista a VEJA, antecipando seu plano de lançar um edital emergencial para apoiar artistas que estão impossibilitados de trabalhar durante a pandemia de coronavírus. Os artistas receberiam cachê para se apresentarem nos canais virtuais da Funarte.

O presidente ministro Chefe da Casa Civil, Braga Netto, tornou sem efeito no começo da noite desta terça-feira, 5, portaria que readmitia o maestro Dante Mantovani como presidente da Funarte. A portaria, publicada em edição extra do Diário Oficial da União, torna sem efeito outra portaria, que tinha sido publicada pela manhã, renomeando o maestro para o cargo.

Mantovani foi demitido pela segunda vez no governo Bolsonaro logo após dar entrevista a VEJA, antecipando seu plano de lançar um edital emergencial para apoiar artistas que estão impossibilitados de trabalhar durante a pandemia de coronavírus. Os artistas receberiam cachê para se apresentarem nos canais virtuais da Funarte.

Veja