Interior Rondônia

Governo federal inclui em pacote de privatizações que vai de Porto Velho a Comodoro (MT)

O governo federal pretende transferir 115 ativos para a iniciativa privada. Desse total, a previsão é de que ao menos 64 lotes sejam leiloados ainda neste ano, incluindo a venda de 6 estatais, o leilão do 5G, além de concessão de aeroportos, rodovias, ferrovias e até parques nacionais. Dos 115 projetos já estruturados ou em fase de estudos, 45 são concessões e 18 privatizações. A lista ainda inclui arrendamentos, apoio a licenciamento ambiental, prorrogação de contrato e outros modelos de parceria ou venda de ativos.

Em Rondônia, o pacote de privatizações previstas inclui a BR-364, numa extensão de 806 quilômetros compreendidos entre o entroncamento com a BR-174, em Comodoro (MT) e Porto Velho (em fase inicial de estudos), e o aeroporto Governador Jorge Teixeira de Oliveira, na Capital do Estado, que deve acontecer no segundo semestre, com o leilão do Bloco Norte, que também engloba aeroportos de Manaus, Tefé, Tabatinga, Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Boa Vista.

Além disso, de acordo com o governo federal, estão em andamento os processos de licenciamento ambiental para a construção da Usina Hidrelétrica de Tabajara, no município de Machadinho do Oeste, e da reconstrução do trecho intermediário da BR-319, numa extensão de 400 quilômetros, ligando Rondônia ao Amazonas.

As estimativas iniciais do governo são de ao menos R$ 264 bilhões em investimentos com os 115 projetos da carteira, principalmente nos setores de rodovias, ferrovias e energia, além de uma previsão inicial de arrecadação de mais de R$ 55 bilhões com venda de estatais.

  • Fonte: FolhadoSulOnline.com