politica

Governo transfere mais sete órgãos de Cultura para o Turismo

Above

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) transferiu, por meio de um decreto, mais sete órgãos de Cultura que estavam sob a alçada do Ministério da Cidadania para o do Turismo. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (08/11).

Com isso, a Agência Nacional do Cinema (Ancine), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), a Fundação Biblioteca Nacional, a Fundação Casa de Rui Barbosa, a Fundação Cultural Palmares e a Fundação Nacional de Artes (Funarte) agora ficam vinculados à pasta chefiada pelo ministro Marcelo Álvaro Antônio.

A mudança ocorre um dia após o governo transferir a Secretaria Especial de Cultura do Ministério da Cidadania para o do Turismo. A secretaria foi criada no início do atual governo para substituir o extinto Ministério da Cultura.

Na tarde dessa quinta-feira (07/11), o governo nomeou o diretor do Centro de Artes Cênicas (Ceacen) da Fundação Nacional de Artes (Funarte), Roberto Rego Pinheiro, de nome artístico Roberto Alvim, foi escolhido para chefiar a Secretaria Especial de Cultura, transferida para o Ministério do Turismo. A nomeação foi publicada em edição extra do DOU. O então secretário Ricardo Braga foi exonerado um dia antes.

No fim de setembro, o dramaturgo Roberto Alvim protagonizou uma situação polêmica ao chamar a atriz Fernanda Montenegro de “sórdida” e “mentirosa” nas redes sociais. As ofensas foram feitas depois de Montenegro posar para a capa da revista literária Quatro Cinco Um. Na edição, a atriz é retratada como uma bruxa presa a uma estaca prestes a ser queimada em uma fogueira com livros.

  • FONTE

https://www.metropoles.com/

Below