Cultura Filmes

Hollywood deve ter prejuízo de até US$ 20 bilhões por causa do coronavírus

A industria cinematográfica de Hollywood pode sofrer um prejuízo sem precedentes em decorrência do novo coronavírus. Segundo o jornal estadunidense The Hollywood Reporter, a maior indústria de cinema dos Estados Unidos pode deixar de lucrar cerca de US$ 20 bilhões, ou seja, R$ 100 bilhões.

A estimativa feita pela publicação aponta que as bilheterias mundiais já deixaram de arrecadar U$ 7 bilhões por causa dos adiamentos de filmes. Se o cenário atual se manter, o prejuízo será de mais US$ 10 bilhões. Há também as despesas com marketing e divulgação dos longas, que dificilmente terá o retorno esperado.

Mesmo com o alto prejuízo que os estúdios enfrentarão, os adiamentos parecem ser a opção certa. No caso do novo filme do agente James Bond, por exemplo, com um orçamento de US$ 245 milhões, a MGM tinha a expectativa de arrecadação de US$ 1 bilhão, o que não aconteceria. Segundo estudo feito pelo estúdio, a bilheteria sofreria uma perda de US$ 300 milhões caso mantivesse a data, outras produções como Velozes e Furiosos 9 chegará só em 2021 e Um Lugar Silencioso que estrearia agora em março, continua até o momento sem data prevista de lançamento.

Três filmes da Disney sofreram alterações em decorrência do novo coronavírus: MulanOs Novos Mutantes e Antlers tiveram as suas estreias adiadas. Além disso, todos os parques temáticos da empresa estão temporariamente fechados.

A Netflix também paralisou todas as produções de seus filmes e series, o que causará atraso no lançamentos de conteúdos originais da plataforma.

Além da paralisação da produções de futuros lançamentos, como o mais recente The Batman, que tem data prevista para o Brasil em junho de 2021, teve seu set de gravações interrompido por no mínimo duas semanas por causa da atual pandemia do coronavírus.

Por meio de um comunicado enviado pela Warner, ninguém da produção ou elenco do novo filme do Homem-Morcego foi detectado com a doença, porém, por medidas de segurança de todos os envolvidos, o estúdio acredita que a decisão correta é suspender as gravações. “A produção do longa da Warner Bros. Pictures The Batman entrará em um hiato de duas semanas a partir de hoje”, diz a empresa.

  • Fonte: JovemNerd.com