politica

Jhony Paixão e PRF trabalham para a implantação da 1ª escola cívico-militar

Assessoria

Na manhã desta quarta-feira (05), o parlamentar esteve em reunião com o Superintendente Regional da PRF, Gilson Alves de Oliveira, Chefe do Setor de Gabinete, Eduardo de Souza Lima Júnior, com a Superintendente-Executiva Substituta Beatriz Magri Tomasi, e com o Superintendente Regional Substituto, Rommel Pessoa Dantas que participou das tratativas da pauta através de videoconferência.

O objetivo de Jhony é implantar o projeto para que os alunos possam ter a formação cívico-patriótica, tendo a consciência da valorização dos conceitos de cidadania. “Entendo que a formação do aluno na base é muito importante. Porque é no início da formação do indivíduo com a orientação bem estruturada é que teremos melhores resultados e a parceria da PRF será algo extraordinário”, disse.

A PRF, que é um órgão do Governo Federal de referência e até de inspiração para alunos será um diferencial no projeto. “Uma escola com a coordenação de agentes de um órgão muito respeitado na área da segurança pública será formidável. Tenho certeza que com essa parceria só quem ganha é a população”, disse o parlamentar.

“Os projetos que executamos, deputado, todos são de excelência. Parabenizo a sua boa vontade por buscar alternativas para uma boa formação de crianças e jovens do Estado”, disse o Superintendente Regional da PRF, Gilson Alves de Oliveira que na oportunidade, informou ao deputado que o modelo de escola só tem em mais dois Estados do País, Rio de Janeiro e Tocantins.

A intenção do deputado Jhony Paixão é que a escola quando entrar em funcionamento esteja localizado em um bairro que demande mais atenção. “Há bairros que professores enfrentam desrespeitos de alunos. Há infelizmente, a questão de drogas, entre outras situações difíceis. Como uma das minhas bandeiras é a educação, esse projeto será muito bem vindo em uma comunidade vulnerável”, disse.

Na parceria estão previstos o desenvolvimento de esportes nas mais diversas modalidades, artes e música. No projeto original, toda a coordenação será realizada pela PRF e profissionais da rede municipal farão também parte da equipe pedagógica.

O estado de Rondônia conta atualmente com oito colégios militares em funcionamento, sendo sete administrados pela Polícia Militar (Colégio Tiradentes) e um pelo Corpo de Bombeiro (Dom Pedro II). As unidades se concentram nos municípios de Porto Velho, distrito de Jaci-Paraná, Ariquemes, Ji-Paraná, Vilhena e Rolim de Moura. As escolas militares encabeçam a lista dos melhores desempenhos nas provas de Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e do índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

Assessoria