Connect with us

Hi, what are you looking for?

Rondônia

Hospital Regional de Cacoal realiza primeira cirurgia de implante de marcapasso definitivo

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) realizou o primeiro implante de marcapasso definitivo, no interior do Estado. A cirurgia ocorreu no Hospital Regional de Cacoal (HRC) na última sexta-feira (12).

Juvercino Policarte da Silva, de 69 anos, foi o primeiro paciente do interior de Rondônia a receber o implante, realizado na rede pública do Sistema Único de Saúde (SUS). O marcapasso é um dispositivo composto de gerador e eletrodos, que tem como finalidade ajudar o coração a manter o batimento normal. Após a avaliação do médico cardiologista, Pablo Henrique Marcial de Azevedo Brasil, foi verificada a extrema necessidade do procedimento e os riscos de uma transferência do paciente para Porto Velho. A Sesau e a direção do Hospital Regional de Cacoal optaram por fazer a cirurgia no interior do Estado.

“O paciente estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e nesse caso, tivemos duas situações. De um lado, o maior risco de morte para o paciente e de outro, o maior custo para o Estado. Uma vez que para ser transferido para a Capital, ele teria, primeiro, que passar por um procedimento de implante de marca-passo provisório e necessitaria ser removido por avião,” ressaltou o médico responsável pela cirurgia.

Sendo assim, o procedimento foi resultado de uma união de esforços que permitiu que mais um grande passo fosse dado para o fortalecimento da Saúde no interior de Rondônia, de forma humanizada e altamente qualificada, sem necessidade de transferir pacientes para Porto Velho.

A cirurgia cardíaca, foi considera um sucesso pela equipe médica, apesar da alta complexidade e o tempo da cirurgia, que é em média de 90 a 120 minutos. O procedimento teve o acompanhamento dos seguintes profissionais: um médico arritmologista, um anestesiologista e toda a equipe do centro cirúrgico do HRC. Para essa cirurgia, o Governo de Rondônia, por meio da Sesau, designou o médico Pablo Brasil, cardiologista especialista em Arritmia Clinica, Eletrofisiologia e Estimulação Cardíaca Artificial. “Enfim, conseguimos realizar o implante de marcapasso definitivo aqui mesmo em Cacoal e no dia seguinte, o paciente já teve alta e foi para casa”, comemorou o médico.

De acordo com a diretora do HRC, Elizangela Lopes, o procedimento foi resultado da união de esforços que permitiu que mais um grande passo fosse dado para o fortalecimento da Saúde no interior de Rondônia, de forma humanizada e altamente qualificada, sem necessidade de transferir pacientes para Porto Velho. “A cirurgia cardíaca de implantação de marcapasso definitivo é um verdadeiro avanço para os serviços prestados na Segunda Macro Região de Saúde em Rondônia. Foi extremamente importante e essencial, o apoio do Governo de Rondônia para fortalecer os serviços da unidade hospitalar de Cacoal. Ver esse empenho, essa vontade de avançar na prestação de serviços em saúde, nos dá ânimo para continuar, encoraja todos os profissionais a se dedicarem ainda mais”, destacou a diretora.

Segundo o secretário Regional do Governo em Cacoal, José Moura, este procedimento enche de esperança todo o interior de Rondônia e demonstra que o Hospital Regional de Cacoal possui as especificações para continuar atendendo os usuários do SUS da Segunda Macrorregião, sem a necessidade de transferir pacientes para Porto Velho.

“Antes, quando qualquer um precisava de um atendimento específico, o único jeito era esperar surgir a oportunidade para ser atendido na Capital. Agora, todos os serviços e especialidades médicas estão cada vez mais próximas da população do interior do Estado e isso é muito gratificante”, enalteceu Moura.

O secretário de Saúde, Fernando Máximo, destacou o empenho da Secretaria e da equipe médica para a realização dessa primeira cirurgia em Cacoal. “A realização desta cirurgia cardíaca no HRC é apenas um exemplo da preocupação do Governo de Rondônia em garantir saúde para todos os rondonienses. Em meio a uma pandemia, podermos realizar um procedimento tão importante e que salvou mais uma vida, é recompensador”, finalizou.

SESAU

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Rondônia

O avanço da covid-19 mantém Rondônia ainda em situação crítica para doença e a população precisa ficar atenta às restrições implementadas pelo Governo de...