Connect with us

Hi, what are you looking for?

Capital

Idosos e profissionais de saúde do Baixo Madeira são vacinados

Equipes percorreram 76 km em meio às intempéries para levar doses de esperança aos moradores da região que aguardavam ansiosos

Por volta das seis horas da manhã de sábado (20), equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e da Defesa Civil de Porto Velho se deslocaram até os distritos do Baixo Madeira, para imunizar idosos acima de 80 anos, além de profissionais de saúde que trabalham na linha de frente contra a Covid-19.

Os trabalhadores percorreram 76 km, por terra, do centro urbano de Porto Velho até a margem do encontro dos rios Jamari e Madeira, de onde continuaram a viagem de voadeira, por mais um quilômetro e meio até chegar à primeira comunidade, a de São Carlos. Ao todo, o deslocamento durou cerca de 90 minutos.

Desembarcando na comunidade, os agentes de saúde seguiram agarrados a caixa térmica, onde estavam armazenadas as vacinas, transportadas até a Unidade Básica de Saúde (UBS), onde ocorreu a vacinação de parte dos moradores.Na região de São Carlos vivem atualmente cerca de 500 famílias que esperavam ansiosamente a chegada dos vacinadores com a segunda dose do imunizante, produzido pelo Instituto Butantã, em São Paulo.

Ex-soldado da borracha e um dos fundadores do distrito de São Carlos, Adalberto dos Santos Soares, de 84 anos, foi o primeiro a ser imunizado com a CoronaVac. Questionado sobre a vacina que havia chegado, disse estar contente. “Recebi hoje a segunda dose da vacina e estou muito feliz por essa benção que veio de tão longe até aqui”, disse ele ao lado do filho que o acompanhava.

Maria Socorro, de 86 anos, é uma das jovens quase centenárias que viram de perto a comunidade crescer. Na pele, dona Maria carrega as marcas do tempo. Nos olhos, a expressão de quem ainda quer viver muito tempo e, na máscara, uma mensagem de fé.

“Nossa senhora livrai-nos de todo mal, amém!”. Ao ser indagada sobre a vacina que veio de tão longe, dona Maria respondeu. “Esperamos tanto por essa vacina e felizmente chegou porque Deus é maravilhoso! Jesus seja louvado!”.

Os profissionais de saúde que atenderam o pacato distrito de São Carlos, no Baixo Madeira, sem se deixar vencer por intempéries impostas pelo período chuvoso, continuaram a missão de levar gotas de esperança aos moradores de outras comunidades, como Nazaré e Lago do Cuniã, que também aguardavam por proteção.

“Os profissionais de saúde se dividiram nos distritos da BR-364 e Baixo Madeira para atender idosos acima de 80 anos e profissionais de saúde, conforme preconiza o plano de Imunização do Ministério da Saúde”, explicou a gerente de imunização da Semusa, Elizeth Gomes.

O trabalho durou todo o final de semana, atendendo a orientação do prefeito Hildon Chaves, que é a prevenção como proteção Covid-19 para todos cidadãos.

“Os idosos com mais de 80 anos representam o maior número de internações nas UTIs de Porto Velho. A vacina é um grande reforço na proteção da vida de tantas pessoas e peço a todos que continuem se protegendo, para que nós consigamos superar esta página tão triste da nossa história”, orientou o prefeito.

QUANTIDADE DE DOSES APLICADAS ENTRE SÁBADO E DOMINGO

No total, 475 doses da coronavac foram aplicadas nos distritos entre sábado e domigo, sendo 27 para Vista Alegre do Abunã, 90 para a Unidade de Saúde da Família (UBS) de Extrema, além de outras 75 para o Hospital, do mesmo distrito, 78 para Nova Califórnia, 30 para Abunã, 02 para Nova Mutum, 9 para Linha 28, 15 para Cujubim Grande, 60 para Jacy-Paraná, 67 para São Carlos, 12 para Nazaré e 10 para Aliança.

VACINADOS

Em toda Porto Velho, até o momento, cerca de 12 mil profissionais de saúde receberam a primeira dose da vacina, outros 5.500 mil já estão totalmente protegidos com a segunda dose. Já os idosos acima de 80 anos somam 3.440 mil vacinados até agora com a primeira dose da vacina Oxford, cuja segunda dose será em 90 dias, de acordo com a Semusa.

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço...

Cultura

Oi, aqui é o Álisson, prazer, quem me conhece pessoalmente sabe que sou bocudo  –  em várias variáveis, inclusive. Começo pelo meu fenótipo: boca...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...