Connect with us

Olá, tudo bem? O que você está pesquisando?

Capital

III Gincana Literária incentiva a leitura na infância

A III Gincana Literária levou dezenas de participantes ao Espaço Alternativo, no último domingo (24). O evento buscou incentivar a leitura através de atividades lúdicas.

A gincana foi organizada pela Biblioteca Francisco Meirelles e teve como público-alvo crianças com idades de 6 a 13 anos. A estratégia foi ofertar atividades recreativas, jogos e concursos com ênfase na literatura.

“O foco aqui é despertar o interesse das crianças para diversos gêneros literários. É nessa fase que devemos fomentar a prática da leitura para que os pequenos possam mantê-la ao longo da vida e colher os benefícios disso no futuro”, explica Carlos Augusto, diretor da biblioteca.

Bibliotecária, Thays Guarati deu suporte no evento

Bibliotecária, Thays Guarati deu suporte no evento. Ela trouxe a irmã, de 13 anos, e a inscreveu no concurso de redação. “Eu sempre busco mostrar os prazeres e os benefícios da prática da leitura a ela. Mostrar que o hábito de ler precisa ser exercido também fora da escola”, explica.

A Gincana Literária acontece desde 2018 na Biblioteca Francisco Meirelles. Em respeito aos protocolos de saúde, ainda vigentes, o evento foi realizado no Espaço Alternativo, um ambiente aberto para receber os participantes.

Em tempos de redes sociais, a estudante Thayná Guarati entende a importância de dedicar um tempo maior à leitura.

“Eu sei que eu poderia ler mais. Sempre ouço da minha irmã o conselho para dar mais tempo à leitura. Estou começando a entender que devo ler outras obras e que isso vai me ajudar na escola”, explica a estudante do ensino fundamental, cujo livro favorito é o Diário de Anne Frank, best seller mundialmente reconhecido e que descreve a perseguição aos judeus pelo olhar de uma adolescente que encontrou, justamente na leitura e na escrita, uma aliada nos seus últimos dias de vida durante a Segunda Guerra Mundial.

“A leitura é uma aliada muito poderosa, capaz de mudar a história das pessoas. As famílias e o poder público precisam entender e incentivar isso nas crianças e resgatar essa prática nos jovens e adultos. Sempre há tempo”, afirma o diretor da biblioteca.

 

Assessoria

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Destaques

Em 13 de setembro de 1943, foi criado o Território Federal do Guaporé, pelo então presidente do Brasil, Getúlio Vargas. A política do Estado...