Capital Destaques

Imóveis do residenciais Morar Melhor e Cristal da Calama passam por vistoria técnica

Fotos: Antônio Lucas

Na manhã desta quinta-feira (17), equipes da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) realizaram mais uma ação periódica de vistoria, dessa vez nos residenciais Morar Melhor e Cristal da Calama em Porto Velho, entregues no ano passado por meio do Programa Minha Casa Minha Vida, uma parceria entre a Seas, o Governo Federal e o Banco do Brasil. A vistoria segue pontos estratégicos. As equipes de trabalho social da Secretaria foram até as unidades habitacionais com o objetivo de constatar possíveis irregularidades. Caso seja constatado o uso irregular do imóvel, seja venda ou aluguel para terceiros, as informações são encaminhadas diretamente ao Banco do Brasil para tomar as medidas de providência.

COMO DENUNCIAR

A Seas recebe as denúncias feitas por moradores, representantes de blocos e síndicos através de dois canais: via ligações no telefone: (69) 9 8482-9988 ou pelo e-mail: ghab.seas@gmail.com

As denúncias auxiliam no trabalho de vistoria, uma vez que através delas é possível encontrar as irregularidades nos imóveis. O Denunciante Mauro Alberto*(nome fictício) explica que graças a esse trabalho da Secretaria, o número de moradias irregulares tende a diminuir, porque a ação inibe invasores. “Nós queremos respeito das pessoas. Se você não ganhou casa aqui, então não é sua. E quem vende ou aluga está tomando a vez de quem precisa”, relatou o denunciante.

Segundo a dona de casa Maria de Nazaré*(nome fictício) do residencial Morar Melhor, o apoio da Seas tem sido essencial para auxiliar na organização dos beneficiários.

Seas/Ro