Cultura Mundo Tecnologia

Instagram supera Facebook em interações de usuários pela primeira vez

Instagram finalmente superou o Facebook em audiência. De acordo com novo relatório divulgado pela companhia Socialbakers, a plataforma de fotos, que também pertence a Mark Zuckerberg, obteve um total de interações 20 vezes a mais que o Facebook.

A pesquisa da Socialbakers foi realizada durante o último semestre de 2019 e observou o comportamento dos 50 perfis corporativos mais famosos nas redes sociais do mundo todo. Yuval Ben-Itzhak, CEO da companhia, disse em comunicado que o resultado já era esperado há algum tempo, mas que agora é oficial.

“A escrita está na parede já há algum tempo, mas agora é oficial. Quando se trata dos 50 maiores perfis de marcas, o Instagram tem um público maior que o Facebook”, afirma Yuval Ben-Itzhak, CEO da Socialbakers.

O crescimento do Instagram não ocorreu somente ao redor do mundo. Presente em 76% dos smartphones brasileiros, o engajamento de marcas no Instagram foi significativamente maior do que no Facebook, embora o tamanho da audiência para tais perfis permaneça menor do que na rede social azulzinha.

No contexto brasileiro, o perfil da Netflix Brasil foi o que mais teve engajamento na plataforma. A conta possui 16,8 milhões de seguidores e conseguiu, entre outubro e dezembro de 2019, cerca de 20 milhões de interações no Instagram com apenas 122 postagens.

Em seguida, o perfil das Lojas Americanas, que possui 8,5 milhões de seguidores, obteve 18,5 milhões de interações com 1882 postagens. O Hotel Urbano, com quase o mesmo número de postagens (1915), conseguiu 12,8 milhões de interações. Logo atrás vêm as marcas Grão de Gente e Arezzo.

Socialbakers também analisou as marcas mais engajadas do Facebook. Na plataforma, o Hotel Urbano, com 12,8 milhões de seguidores, ultrapassou a marca de 10,4 milhões de interações com 2507 postagens. Já a Netflix, com 3,5 milhões de interações em 195 postagens, impressiona, mas fica atrás da Salon Line, com 4,4 milhões de interações em 181 postagens.

O estudo ainda revelou que, embora as empresas se esforcem para atrair mais consumidores em períodos de festas, as interações, tanto no Instagram, quanto no Facebook, foram menores no quarto trimestre de 2019 do que no mesmo período do ano anterior.

  • Fonte: CanalTech.com