Economia Rondônia

Invest Rondônia visita dez embaixadas em Brasília para estreitar laços comerciais com o mundo

A equipe da Invest Rondônia e o diretor executivo da Superintendência de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi), Anderson Augusto, visitaram dez embaixadas em Brasília, entre os dias 12 e 14 de fevereiro, para convidar os países a participarem da nova edição do Rondônia Day, na capital federal, prevista para acontecer dia 25 de março; e da 9ª edição da Rondônia Rural Show Internacional, a maior feira de agronegócio da região Norte que será de 26 a 30 de maio. Durante a visita, também foram tratados assuntos comerciais para aumentar o fluxo de mercadorias entre Rondônia e os países, objetivo do programa Agenda Brasília.

Os países visitados são aqueles estratégicos para o comércio e relações políticas. A equipe da Sedi foi recebida nas embaixadas dos Estados Unidos, Índia, China, Rússia, Canadá, Chile, Bolívia, Peru, Egito e Alemanha, que receberam com entusiasmo o convite para conhecer Rondônia e também para participar do Rondônia Day, um dia para apresentar as oportunidades de negócios no Estado para investidores.

A coordenadora da Invest Rondônia, Suéllen Lemos, explicou que na embaixada da China o principal assunto foi a possibilidade de negócios, principalmente na área de infraestrutura. Já eles falaram sobre a importância de expandir a agropecuária, mesmo tema conversado com os chilenos. Na Bolívia, o assunto foi a diminuição das exportações por conta do acordo que passou a valer em Guajará-Mirim e os caminhos para retornar negociações.

“Na Alemanha falamos sobre o baixo fluxo comercial que temos e a possibilidade de aumentarmos os tipos de produtos comercializados entre Rondônia e o país, já que adquiriram somente estanho, nióbio, madeira e café em baixa quantidade. Falamos da importância de levar a Rondônia uma empresa de mineração, pois nosso subsolo é rico em minérios”, explica Anderson Augusto, coordenador-técnico da Sedi que acompanhou as visitas.

 

“A Agenda Brasília é uma forma de fazer essa conexão e mostrar que Rondônia tem muitas potencialidades, além das já conhecidas. Aumentar nosso fluxo comercial significa trazer prosperidade para nosso Estado”, explica Sérgio Gonçalves, superintendente da Sedi.

 

Além das embaixadas visitadas, a equipe também esteve na Apex-Brasil e a Superintendência de Integração do Estado de Rondônia em Brasília (Sibra).

 

Fonte
Texto: Devanil Júnior
Fotos: Arquivo Sedi e Secom
Secom – Governo de Rondônia