Connect with us

Hi, what are you looking for?

Entretenimento

JACARÉ, EU? DEUS ME LIVRE E SUPER QUEM ME DERA – Por Álisson Chaves

Bem no finalzinho do ano passado, o presidente do Brasil se mostrava preocupado tanto com a pressa com a liberação das vacinas como também com os possíveis efeitos colaterais para as pessoas que tomassem o imunizante contra o coronavírus: “Lá no contrato da Pfizer, está bem claro nós (a Pfizer) não nos responsabilizamos por qualquer efeito colateral. Se você virar um jacaré, é problema seu”, disse Jair Bolsonaro, que antes mesmo de terminar sua entrevista, a internet e o povo criador de meme, já viralizava textos e imagens alusivos ao famoso réptil.

Já se foram quatro meses da fala e muita gente no mundo todo foi vacinada, mas a produção ainda está bem longe de corresponder a uma demanda global. Vamos ter fé que a nossa hora vai chegar. O que chama atenção é que memes virais por padrão são explosivos, se alastram forte em todo tipo de mídia, conexão e relação entre as pessoas, porém perde força ou graça rápido, cedendo lugar para o meme novato. Do jeito que as coisas caminham o ícone do jacaré pode ir além da moda efêmera e feeds da web e ser incorporado de vez na cultura tupiniquim. Nem duvido que vacinar e “jacarezar” virem sinônimo, tomara.

Pausa breve para o bicho no sentido figurado e já emendo no modo mais navalha na carne, que é a criação de jacaré para consumo humano e o desenvolvimento sócio sustentável em Rondônia. Faz pelo menos 10 anos que a comunidade do Lago do Cuniã, distante 130 km de Porto Velho, passou a abater no frigorífico esse grande predador e fornecer para o mercado local. Foi um trabalho exemplar na organização e cooperação da Reserva Extrativista do Lago do Cuniã, que recebeu a liberação do IBAMA. Essa região ribeirinha sofreu bastante por muitos anos com a proibição da caça que causou a super população dos jacarés, gerando transtorno desde a escassez de peixe para a localidade se alimentar até o ataque dos animais a alguns moradores.

Jacaré preparado com dedicação e humor em parceria meu brother Ilmar Jr em JAN/2012

Falando do prato servidinho na mesa…eu curti, gostei e recomendo. Tanto o feito por outras mãos como o feito pelo carinha que escreve essas linhas. É bom! Já aviso para quem surgir falando que tem gosto de frango, que isso é conversinha mole, pois jacaré tem um sabor interessante e próprio (de jacaré, né?). A compra não está sendo favorável, antes tínhamos pelo menos dois supermercados que vendiam em Porto Velho. Liguei recentemente para as principais redes de capital e ouvi “não temos, senhor”. Falta eu ligar para as lojas de frios e camarão nem que seja só para fechar bonito minha coleção de tentativa/negativas. Não me pergunte se o frigorífico está inativo porque faz bastante tempo que cozinhei e vou ficar devendo essa informação.

Servidos? Eu que fiz. É uma delícia.
Esse prato aí foi um gourmet que já foi muito famoso no finado Orkut e parte do Facebook

Gostando ou não do jacaré associado a imunização da Covid-19 e gostando ou não do jacaré no lance denotativo e degustativo, isso é o menos importante agora. O fundamental nesta guerra é que cada pessoa continue fazendo sua parte: usando a máscara de proteção, limpando bem as mãos e respeitando a distância mínima. Nem sempre cumprir os protocolos de segurança é divertido, tem hora que cansa e irrita, entretanto, desistir não é opção. Isso vai passar, pessoa. Pessoa, né?

Sobre o Autor

Álisson Chaves, 35, cria de Porto Velho/RO, atua na área de comunicação há 16 anos.
É graduado em Publicidade e Propaganda e autor do livro “30 Contos que Escrevi e Fiz de Tudo pra Não Te Contar”, pela editora Clube dos Autores.

Nos momentos de lazer pratica esportes e experimenta mídias fora da rotina de trabalho (vídeo minuto, literatura de cordel e outros). Bairrista quase totalmente assumido, sonha por um país sustentável, mais comprometido e, acima de tudo, livre da penca de mimos e idolatria a políticos.

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Mundo

Atualmente, é comum que navegadores de internet como o Google Chrome ou o Safari já venham de fábrica instalados diretamente nos sistemas operacionais. Porém,...