Connect with us

Olá, tudo bem? O que você está pesquisando?

Justiça

Juíza Euma Tourinho é empossada presidente da Ameron

A juíza Euma Mendonça Tourinho foi empossada na tarde desta terça-feira (22) ao cargo de presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron). A magistrada se tornou a 15ª presidente da história da instituição e a primeira magistrada a ocupar a presidência da Ameron.

Nas primeiras palavras, como presidente, a juíza Euma Tourinho agradeceu a todos os presidentes que a antecederam pelo trabalho executado ao longo de 37 anos para a construção do fortalecimento associativo que alçou a Ameron a se tornar uma instituição de enorme grandeza e valor. A presidente empossada também destacou a importância de somar esforços com a administração do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia para obter melhores decisões de forma a preservar os direitos, garantias, a vida, a saúde e a qualidade de todos os associados, magistrados e pensionistas.

Dar voz aos associados de forma a ampliar o processo democrático dentro da instituição, desenvolver estratégias para aproximar o Judiciário da população e dispender atenção especial a modernização da gestão da nova diretoria foram os principais pontos destacados pela presidente empossada. “Iremos sempre arregaçar as mangas e colocar em prática o Judiciário que o povo quer, mas exigiremos a contrapartida em termos de estrutura, salários dignos, direitos e prerrogativas da magistratura e jamais permitiremos que magistrados sejam sacrificados por conta da omissão de outros Poderes, exposição midiática ou ataques de outros órgãos ou carreiras, algo que somente interessa aos detratores do Estado de Direito”, discursou a nova presidente da Ameron, Euma Tourinho.

Ao se despedir do cargo, o desembargador Alexandre Miguel, destacou o trabalho firme exercido pelas associações de magistrados no sentido de assegurar um Judiciário forte e independente. “Em um país com quase cem milhões de processos e com alta carga de litigiosidade na sociedade onde as instituições públicas e privadas não funcionam a contento e jogam sempre sobre os ombros dos juízes toda a responsabilidade por um país melhor. Mas, se não fossem as atuações firmes das associações de magistrados, as prerrogativas dos juízes tinham sido solapadas há muito tempo”, avaliou o presidente antecessor da Ameron.

A presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Renata Gil, destacou a maior representatividade feminina em cargos que outrora hegemonicamente eram ocupados pelos homens. “Tal como aconteceu comigo na AMB que em setenta anos de história nunca teve uma mulher concorrendo a presidência e isso também aconteceu na história da Ameron que é uma associação relativamente jovem, mas possui bases sólidas nos movimentos associativos nacionais e tem contribuído de uma forma muito presente nas grandes lutas da magistratura. Além de todo orgulho que tenho da Euma por toda a sua trajetória, reconheço a sua força e coragem, características que hoje são imprescindíveis para um líder associativo”, ponderou a presidente da AMB.

O juiz auxiliar da corregedoria do TJRO, Álvaro Kálix Ferro, exemplificou as eleições da Ameron como demonstração de maior engajamento das mulheres nas discussões políticas e associativas. “Esta eleição de 2020 da Ameron retrata um marco histórico, pois tivemos duas chapas candidatas e encabeçadas por mulheres, sagrando-se vencedora a Chapa 1. Esse dia, portanto, fica para a história associativa tendo como presidente eleita, ora empossada a magistrada Euma Tourinho e um tempo em que as instituições tem se movimentado para uma participação mais igualitária de gênero”, pontuou o magistrado que representou o presidente do TJRO, desembargador Paulo Kiyochi Mori.

O presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Acre (Asmac), Danniel Gustavo Bonfim, também participou da cerimônia e desejou sucesso à nova diretoria. “Vim do Acre para parabenizá-la porque o simples fato de um colega colocar o seu nome a disposição para estar à frente de uma associação de magistrado já é um ato de coragem e na condição de presidente da Asmac posso dar o meu testemunho. Estar presente como presidente de associação de magistrado significa doação. À juíza Euma estou certo de que o seu sucesso será o sucesso da magistratura de Rondônia”, pontuou o magistrado acreano.

E por fim, o deputado estadual Eyder Brasil (PSL), neste ato representando o presidente da ALE/RO, deputado estadual Laércio Gomes, colocou o Legislativo a disposição para discutir temas de interesse da magistratura e da comunidade. “Quero externar os votos do Poder Legislativo a essa nova diretoria executiva que assume nesse novo biênio e dizer que o Poder Legislativo de Rondônia será um parceiro naquilo que for profícuo e benéfico para a nossa sociedade rondoniense”, se prontificou o parlamentar.

A solenidade de posse aconteceu durante uma cerimônia restrita a poucos convidados por conta do cenário de pandemia do novo coronavírus (COVID-19), mas o evento foi transmitido ao vivo pela página da Ameron na rede social Facebook.

No sábado (12), a juíza Euma Tourinho obteve 97 votos, suficientes para eleger-se a primeira presidente da história da Ameron. Na ocasião, a magistrada concorreu com a juíza Inês Moreira da Costa em um pleito marcado pelo ineditismo com duas mulheres encabeçando as chapas.

Assessoria

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Destaques

Em 13 de setembro de 1943, foi criado o Território Federal do Guaporé, pelo então presidente do Brasil, Getúlio Vargas. A política do Estado...