Connect with us

Hi, what are you looking for?

Destaques

Justiça determina mais uma vez suspensão de atividades de frigorífico da JBS em São Miguel do Guaporé

Caso em frigorífico da JBS foi parar na Justiça de Rondônia. — Foto: Paulo Whitaker/Reuters

A empresa JBS mais uma vez teve suas atividades suspensas por determinação da Justiça de Rondônia. O frigorífico localizado no município de São Miguel do Guaporé já havia sido interditado anteriormente, entretanto, a empresa tinha voltado aos seus respectivos serviços. Segundo a decisão, o motivo foi o não cumprimento de alguns dos itens requeridos anteriormente pela Justiça para a volta às atividades no local.

A empresa passou por um processo de interrupção das atividades depois que fora contatado a contaminação de 260 funcionários por Covid-19. Após realizar os testes nos funcionários, a JBS tinha retornados a funcionalidade.

No entanto, segundo a decisão judicial, nem todas as medidas necessárias foram tomadas. A comprovação de  dispensa de trabalhadores que fazem parte do grupo de risco; funcionários terceirizados, como os motoristas, não foram testados; e os funcionários que foram testados realizaram o exame apenas uma vez, sendo que a decisão judicial determinava que novos testes fossem feitos cinco dias após os primeiros. Com isso, foi determinada a suspensão das atividades laborativas relativas à área de produção até que se comprove o cumprimento integral das medidas estipuladas pela Justiça.

A Justiça ainda acrescentou que para que a JBS reabra será necessário os seguintes cumprimentos: encaminhar aos municípios de residência dos trabalhadores a lista de empregados para viabilizar o monitoramento; a implementação de pausas psicofisiológicas e térmicas em locais arejados; implementar medidas de prevenção com as empresas prestadoras de serviços; abster-se de programar durante o período da pandemia abates extras ou submeter os trabalhadores à prestação de horas extras; entre outros.

Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), São Miguel, apesar de ter cerca de 23 mil habitantes, é o quarto município em Rondônia com o maior número de casos de coronavírus, 543. Desses, segundo informações do Ministério Público, 266 são de funcionários da JBS.

Em nota, a JBS informou que não comenta processos judiciais em andamento e que desde o início da pandemia tem adotado um rígido protocolo de prevenção contra a Covid-19.

Confira a nota na íntegra.

“A JBS não comenta processos judiciais em andamento.

A empresa reitera que tem como objetivo prioritário a saúde de seus colaboradores e ressalta que desde o início da pandemia tem adotado um rígido protocolo de prevenção contra a Covid-19 na sua unidade de São Miguel do Guaporé (RO) e em todas as suas plantas no Brasil, conforme as orientações dos órgãos de saúde e protocolo do Ministério da Saúde, Economia e Agricultura. A JBS também segue as orientações do Hospital Albert Einstein e especialistas médicos contratados pela Companhia para apoiar na implantação rigorosa de medidas para a proteção de seus colaboradores.

Entre as ações adotadas pela Companhia, estão:

– afastamento de pessoas que fazem parte do grupo de risco como maiores de 60 anos, gestantes e todos os que tiveram recomendação médica;

– desinfecção diária das unidades;

– medição de temperatura de todos antes do acesso às fábricas;

– vacinação contra gripe H1N1 para 100% dos colaboradores;

– ações de distanciamento social;

– monitoramento permanente de 100% dos colaboradores;

– forte comunicação de prevenção e de cuidados contra a Covid-19, entre outras ações.”

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Mundo

Atualmente, é comum que navegadores de internet como o Google Chrome ou o Safari já venham de fábrica instalados diretamente nos sistemas operacionais. Porém,...