Connect with us

Olá, tudo bem? O que você está pesquisando?

Capital

Lei cria o Dia Municipal da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha

Em breve cerimônia, o prefeito Hildon Chaves sancionou a Lei Nº 2.833, que instituiu o Dia Municipal da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. O dia 25 de julho agora faz parte do calendário oficial de datas comemorativas. A solenidade aconteceu no espaço do Mercado Cultural, na Travessa Manelão.

A instituição do dia oficial da mulher negra, latino-americana e caribenha no município configura o reconhecimento da participação feminina e da negritude na constituição da cidade, que iniciou durante a construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM). Elas também tiveram papel importante como educadoras.

Segundo o prefeito, é preciso iniciar um trabalho de sensibilização desde os primeiros anos escolares, por ser a fase em que se pode formar e interferir de forma positiva no caráter de meninos e meninas. “Não basta ter a Lei. Temos de agir para resgatar a nossa história”, disse Hildon Chaves.

De acordo com a secretária adjunta da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), Joelna Holder, a partir de agora, haverá uma nova leitura sobre a história local.

Prefeito disse que é preciso iniciar um trabalho de sensibilização

Prefeito disse que é preciso iniciar um trabalho de sensibilização

“Esta é uma oportunidade que temos para discutir ações efetivas e oferecer às mulheres, não somente às negras, uma discussão sobre a importância do papel de cada uma na sociedade”, disse.

EVENTO

Em comemoração à data, haverá, no Mercado Cultural, uma programação com o tema “Afroantilhanas do Madeira: Pioneiras na Arte de Educar”, com exposição fotográfica, mostra cultural, palestras e Feira das Mulheres Empreendedoras. O evento ocorre de 21 a 25 de julho.

Participaram da cerimônia a reitora da Universidade Federal de Rondônia, Marcele Regina Nogueira Pereira, a secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur), Glayce Barros, a secretária-adjunta de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), Liana Lima, o superintendente municipal de Integração e Desenvolvimento Distrital (SMD), Vinicius Miguel, e o presidente da Fundação Cultural de Porto Velho (Funcultural), Márcio Miranda.

Assessoria

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Destaques

Em meio à pandemia causada pelo coronavírus, com Rondônia registrando 1.460 casos da doença e 50 mortes, o governo de Marcos Rocha, através da...