Liderança do PCC será ouvida por vídeo conferência em Rondônia devido a alta periculosidade | O Rondoniense %
Brasil Justiça Rondônia

Liderança do PCC será ouvida por vídeo conferência em Rondônia devido a alta periculosidade

Above

Fábio de Oliveira Souza, o “Fabinho Boy”, que está preso no presídio federal de Porto Velho, em Rondônia, será ouvido por vídeo conferência em 20 de abril deste ano devido a sua alta periculosidade.

O juiz Carlos Augusto Teles de Negreiros, do Tribunal de Justiça de Rondônia, afirmou em seu despacho “que a distância entre o Presídio
Federal e o Fórum Geral César Montenegro é de aproximadamente
45 KM a serem percorridos ao longo da BR 364. No mais, trata-se de preso de alta periculosidade, por isso encontra-se recolhido no Presídio de Segurança Máxima, e o seu deslocamento traz risco para a segurança pública”.

O magistrado também destacou que a presença de agentes federais fortemente armados “tem causado constrangimento aos jurisdicionados que circulam pelo Fórum Geral, em especial às pessoas que são encaminhadas ao Setor Multidisciplinar (mulheres, crianças), varas de família, juizado da infância.Por fim, as instalações e localização do Fórum não oferece condições ideais para a segurança de presos de tal periculosidade”.

Fabinho Boy fez parte de um elaborado plano para matar policiais e agentes penitenciários a mando do PCC. Eles já haviam levantado os endereços e as rotinas dos alvos e queriam que as mortes fossem executadas como se fossem latrocínios, de forma a não recaírem suspeitas sobre a facção.

Ele integra o núcleo conhecido como “sintonia final”

 

Fonte: Blog do Painel

Below