Esporte Rondônia

Mais 53 atletas de Rondônia podem ser contemplados por Bolsa Atleta da Sejucel

As inscrições para o Programa Bolsa Atleta encerraram com 158 inscritos, e destes 53 novos atletas de Rondônia podem ser beneficiados em 2021. O programa da Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel) contempla atualmente 47 atletas de todo o Estado, de diversas modalidades.

Um dos destaques beneficiados é o atleta de Kung Fu, Henrique Nunes Santana, de Pimenta Bueno, que conquistou em 2019 o terceiro lugar em uma competição na China. Assim como ele, muitos atletas do Estado estão chegando a novos níveis, conforme a dedicação em honrar com a prestação de contas e seguir todos os critérios do Conselho Estadual de Desporto e Lazer (Conedel), para receber o auxílio financeiro do Governo do Estado durante 12 meses, sendo possível assim, desenvolver melhor o esporte com esse investimento.

O certame 2020 foi publicado por edital em janeiro e irá selecionar 53 novos atletas das categorias Estudantil, Estadual, Nacional e Internacional, inclusive paralímpicas. A relação de beneficiários será publicada no dia 11 de maio. A estimativa do superintendente da Sejucel, Jobson Bandeira, é que o Estado possa manter 100 atletas com o auxílio para 2021. Isso, porque a comissão do programa avalia constantemente os atletas, os auxiliando, inclusive, com orientações sobre o uso adequado do benefício, que tem valor variado conforme a modalidade esportiva.

“Um dos maiores problemas que enfrentamos, é que o atleta precisa entender que esse recurso público tem que ter prestação de contas. Em 2019 cancelamos 19 bolsas porque o atleta não fez a prestação de contas ou identificamos erros. Por isso, esse ano orientamos todos os atletas, esperando que cancelar nenhum dos 47 que estão sendo avaliados e possamos agregar mais 53 novos atletas”, pontuou Jobson.

O suporte é dado para que o atleta se desenvolva melhor e possa representar o Brasil em competições. Os beneficiados são agraciados com auxílios, como material esportivo, tratamento de saúde em caso de contusões nas competições esportivas e na melhoria da performance física, alimentação nos locais de competição e despesas com taxas e filiações. Para os transportes terrestre ou aéreo no Estado e fora dele, o atleta conta com o Programa de Desenvolvimento do Desporto de Rendimento (Proder).

O bolsa técnico também oferece o auxílio financeiro para os responsáveis técnicos, que passam por avaliações para que possam receber o benefício. Neste certame, quatro novas bolsas estão sendo disponibilizadas.

Fonte
Texto: Gaia Bentes
Fotos: Paulo Sérgio
Secom – Governo de Rondônia