Destaques Rondônia

Mais de 300 servidores da segurança pública já contraíram coronavírus

Divulgação

Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), informou dados que quase 300 profissionais da segurança pública já foram infectados por Covid-19. Os informes mostram os registros de até sexta-feira (12).

De acordo com as informações, os policiais militares possuem o maior número, com  de infectados, seguido por policiais penais que contabilizam 72 profissionais contaminados. Corpo de Bombeiros possuem 41 casos de coronavírus e 39 na Polícia Civil, sendo o setor de perícia  o único sem servidor positivado com Covid-19.

Casos suspeitos

A Sesau informou que a Polícia Miliar além de possuir o maior número de casos, também possui o maior número de profissionais com suspeita da doença. A PM atualmente possui 145 servidores com suspeita de Covid-19, seguido da Polícia Penal que possui 95 agentes com sintomas.

Na Policia Civil segue com 37 casos suspeitos, sendo três servidores lotados na perícia. O Corpo de Bombeiros, até esta sexta-feira, possuía 15 profissionais afastados por estarem com suspeita do coronavírus

Servidores recuperados

Segundo a Sesau, dos 142 PM’s que já contraíram coronavírus, 74 estão curados. Os Bombeiros, já somam 25 servidores recuperados. A Sesau também diz que outros 17 agentes da Polícia Penal estão curados. Na Polícia Civil, a recuperação chegou a 15 policiais.

 Óbitos

Segundo os dados, a Polícia Civil é a instituição de segurança do estado com mais óbitos de servidores. Dois policiais já morreram em decorrência da Covid-19. Uma das vítimas é Dionísio Ferreira Lopes, de Guajará-Mirim, que morreu na noite de sábado (6).

A PM tem uma morte por coronavírus, a do cabo Adriano Rogério Dias Lima, de 40 anos. Ele faleceu também no sábado, dia 6 de junho, em Porto Velho.