Connect with us

Hi, what are you looking for?

Economia

Mais de 70 agroindústrias familiares de Rondônia trabalham com a produção de polpa de frutas

A produção de polpa de fruta congelada, iniciada na região nordeste, já se expandiu por todo o país, inclusive na região norte. Em Rondônia, 74 agroindústrias trabalham com este ramo de produção. Essa atividade está presente no Estado em pequenos empreendimentos rurais com mão-de-obra da agricultura familiar e tem ganhado grande espaço no mercado regional e nacional.

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura (Seagri), Evandro Padovani, o Governo de Rondônia tem realizado várias ações e projetos para  fortalecer o setor das agroindústrias de polpas do estado, como por exemplo, a elaboração de projetos arquitetônicos e de instalações prediais para implantação e adaptação da Unidade Familiar de Processamento Agroindustrial (UFPA) e ou Agroindústria Familiar de Processamento Artesanal – (AFPA); celebração de convênios para aquisição de equipamentos para as agroindústrias; orientação e treinamento técnico envolvido na implantação, inspeção, gestão e comercialização dos produtos das UFPAs e AFPAs, além  da certificação do estabelecimento ou produto no Programa de Verticalização da Produção Agropecuária da Agricultura Familiar do Estado de Rondônia (Prove) para fomentar o acesso ao mercado consumidor, através de produtos oriundos das agroindústrias que possuem o selo.

“O produtor que tem o selo do Prove-RO tem direito a vários benefícios, como incentivos tributários e fiscais, prioridades nas análises de pedidos de licenciamentos ambientais, fornecimento gratuito de assistência técnica, acompanhamento técnico através de Anotação de Responsabilidade técnica (ATR), tudo isso com o intuito de fomentar o mercado das agroindústrias no Estado. O governador coronel Marcos Rocha quer mais investimentos na verticalização da produção no estado de Rondônia, principalmente na agricultura familiar, e juntos estamos buscando melhorias para o setor”, disse Padovani.

O suco de polpas de frutas durante a refeição é tradição na mesa dos brasileiros. Além de ser refrescante e saboroso, também é saudável e ajuda no bom funcionamento do nosso organismo, pois o processo de armazenamento mantém as propriedades intactas e frescas para consumo. Além do suco, as polpas podem ser utilizadas de diversas maneiras, tais como mousses, sorvetes, geleias, entre outros.

As agroindústrias de polpas de frutas trabalham com o congelamento da polpa, um método de conservação que preserva as características da fruta fresca e permite o seu consumo nos períodos de entressafra, bem como possibilita ao produtor uma alternativa na utilização das frutas sem mercado para comercialização in natura.

Após a colheita, a fruta passa pela lavagem e em seguida é selecionada, depois segue para o corte, descascamento, desintegração, despolpamento, acondicionamento, congelamento e por último o armazenamento. Todo esse processo é realizado para garantir maior qualidade do produto. Freezers, despolpadora, dosadora, mesas em aço inox de seleção, tanque de recebimento da polpa, tanque com agitador, tanque para lavagem, embaladeira automática e liquidificador industrial são os equipamentos essenciais utilizados dentro de uma agroindústria de polpas.

Goiaba, caju, cajá, graviola, maracujá, cupuaçu, tangerina, araçá-boi, manga, acerola, amora, carambola, laranja e abacaxi são as frutas mais produzidas em Rondônia. O produtor de polpas de frutas do município de Urupá, Wilson Rocha, ao chegar em Rondônia no ano de 1983, começou a plantar árvores frutíferas junto com sua família. A produção aumentou e a família decidiu vender a matéria prima para aumentar a renda familiar. Com o sucesso das vendas, decidiram fazer o processamento da fruta com ajuda de um técnico.

“A ideia de processar as frutas surgiu com a ajuda e incentivo de um técnico. Criamos a nossa agroindústria de produção de polpas de frutas congeladas. Hoje eu tenho plantação de graviola, acerola, goiaba, maracujá, laranja, amora, cajá-manga e a qualidade é 100%. Tudo é natural, plantado e colhido aqui na minha propriedade. Com o apoio do Governo do Estado, recebemos orientações técnicas e todo o serviço de regulamentação de documentação da nossa agroindústria, além de receber doação de equipamentos como as embaladeiras e câmara fria para o congelamento de polpas”, informou Wilson Rocha.

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...