Connect with us

Hi, what are you looking for?

politica

Ministério da Cidadania conta com mais R$ 26,2 bi para auxílios sociais

Geraldo Magela/Agência Senado

O presidente Jair Bolsonaro editou duas medidas provisórias que liberam mais R$ 26,2 bilhões para o enfrentamento da emergência de saúde pública provocada pelo coronavírus. As matérias abrem crédito extraordinário para o Ministério da Cidadania aplicar em ações de segurança alimentar e no pagamento do auxílio emergencial de proteção social.

A MP 956/2020 foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União da sexta-feira (24). O texto libera R$ 25,72 bilhões para reforçar o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 a pessoas em situação de vulnerabilidade.

A maior parte do dinheiro (R$ 23,05 bilhões) vem do superávit financeiro de exercícios anteriores, que integra o caixa único do Tesouro Nacional e é geralmente usado para quitar dívidas. Os outros R$ 2,669 bilhões resultam da arrecadação com a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), um dos tributos que financiam a seguridade social. Os recursos estão direcionados a programas como o Bolsa Família.

A segunda medida provisória (MP 957/2020) foi publicada na edição do Diário Oficial da União desta segunda-feira (27). O texto abre crédito extraordinário de R$ 500 milhões para o Ministério da Cidadania aplicar em segurança alimentar e nutricional. O dinheiro vem do orçamento da seguridade social.

Rito sumário

Um ato conjunto das Mesas do Senado e da Câmara prevê um rito sumário para a tramitação de medidas provisórias durante a pandemia. As MPs devem ser examinadas diretamente em plenário, sem passar antes por uma comissão mista.

De acordo com o mesmo ato, cada Casa pode dispor sobre procedimentos adicionais para a análise das MPs. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, decidiu que não vai colocar em votação nenhuma das matérias que abrem crédito extraordinário para o combate da covid-19. Segundo Alcolumbre, a execução dessas despesas independe da aprovação de parlamentares.

Desde o início da crise provocada pelo coronavírus, Jair Bolsonaro editou 15 medidas provisórias que abrem crédito extraordinário para o enfrentamento da covid-19. Juntas, as matérias destinam R$ 252,6 bilhões a vários ministérios.

Fonte: Agência Senado

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço...

Cultura

Oi, aqui é o Álisson, prazer, quem me conhece pessoalmente sabe que sou bocudo  –  em várias variáveis, inclusive. Começo pelo meu fenótipo: boca...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...