politica

Moro se antecipa à oposição e vai depor em comissão do Senado no dia 19

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, vai depor na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado em audiência marcada para a quarta-feira, 19, sobre as conversas vazadas dele com o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba.

Na sessão do Congresso Nacional desta terça-feira, 11, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), leu um ofício, entregue pelo líder do governo Bolsonaro na Casa, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), no qual Moro se coloca à disposição para ser ouvido. A informação foi confirmada a VEJA pela assessoria do senador Humberto Costa (PE), líder do PT.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição no Senado, disse a VEJA que a data foi marcada depois de um acordo entre Alcolumbre e os líderes da oposição.

Em seu perfil oficial no Twitter, Alcolumbre publicou a íntegra do documento. “Fui informado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, de sua disponibilidade para prestar os esclarecimentos à Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal sobre notícias amplamente veiculadas na imprensa relacionadas à Operação Lava Jato”, diz Bezerra Coelho.

O emedebista manifestou, ainda, “confiança” em Moro, certo “de que esta será uma oportunidade para que ele demonstre a sua lisura e correção como juiz federal, refutando as críticas e ilações a respeito da sua conduta”.

Comentários

Fonte
O Rondoniense/ Veja.com
Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios