Rondônia

GUAJARÁ – MIRIM – Morre Almir Candury, considerado líder histórico do MDB

Morreu na madrugada desta quinta-feira (23) em Porto Velho o emedebista Almir Candury Pinheiro, liderança história da legenda que atuava em Guajará-Mirim. Ele morreu aos 69 anos de problemas cardíacos.

Almir Candury Pinheiro nasceu em Porto Velho, no bairro Caiari, filho de um ferroviário.

Candury, iniciou sua trajetória política em 1964, quando da Revolução que levou os militares ao poder. Segundo ele, com apenas 14 anos de idade começou a frequentar reuniões políticas na casa do “seu” Frontim, em Porto Velho, de quem era vizinho e amigo de um de seus filhos.

Ele ajudou a fundar e fortalecer o MDB (Movimento Democrático Brasileiro), que chegou a ser  PMDB e hoje retornou a sigla de origem, MDB, na cidade de Guajará-Mirim. A fundação do partido foi realizada com a companhia de velhos e saudosos amigos da época, dentre eles: Salomão Silva, Salomão Justiniano de Melgar, Abrahão Azulay, José Marques, o seu Zé Gato, Max Villar, Joaquim Fernandes Moura, Simião, Waldemar da Silva, Amadeu Monteiro, Sandoval Fança, Orlando Cardoso Freire e tantos outros.

Polêmico, Candury atuou em cargos políticos e foi candidato várias vezes. Em 1986 teve o registro de candidatura cassada após afirmar que seria corrupto, caso se elegesse deputado estadual. Ele alegava injustiça.