Cultura Music

MÚSICA – Humberto Teixeira, o eterno doutor do baião – Por Humberto Oliveira

Above

Cunhado do compositor cearense Laura Maia, parceiro no antológico Deus me perdoe, o advogado Humberto Teixeira junto com Luiz Gonzaga lançou o baião estilizado e conquistou o Brasil pelos idos dos anos 1950 e os três, se tornaram imortais na história da música brasileira. O baião ganhou o mundo. Luiz Gonzaga virou o Rei e Humberto Teixeira, o doutor do baião.

Lançado em 2005, pela Fundação Tom Jobim, este livro traz a biografia do compositor de Kalu, Baião de dois, Sinfonia do café, sem contar a parceria com Gonzaga em Asa Branca, Paraíba, Dança da moda, Juazeiro, assim como sua atuação na política e luta pelos direitos autorais dos compositores. Teixeira deixou uma obra rica e de qualidade inquestionável.

A atriz Denise Dummond, filha do compositor, contribuiu para a edição deste livro como forma de resgate da obra do pai, que para muitos ficou à sombra de Luiz Gonzaga, seu maior parceiro, porém, as composições de Humberto Teixeira feitas em paralelo à parceria, sozinho ou com outros compositores, comprova a grandiosidade e o talento deste que podemos considerar um dos melhores da nossa música. Lembrando que ele não é autor apenas de baiões e outros ritmos nordestinos, mas de sambas, sambas canções e valsas.

Também com o apoio de Denise, foi produzido um excelente documentário intitulado O homem que engarrafava nuvens, lançado em dvd. O filme apresenta em muitos momentos a narração do próprio Humberto Teixeira, que dá um tom especial à produção.

Desde 2005, quando vi o livro pela primeira vez, quis adquirir, porém como foi lançado em dois volumes, sendo um da biografia e o volume dois focado nas partituras do seu cancioneiro, inclusive com reprodução das letras, o preço era bem salgado. Fiquei à espera durante 14 anos. Finalmente, em dezembro de 2019, aproveitando uma promoção do site Estante Virtual, consegui comprar o livro, mas apenas o volume biográfico. Valeu a pena a espera.

Confira vídeo:

Below

Mais sobre o autor

Almanaque | Humberto Oliveira

Almanaque | Humberto Oliveira

Humberto Oliveira nasceu em Fortaleza/Ceará, há 55 anos, mas há mais de 20 é rondoniense de coração. Jornalista formado pela Faro, mas um escrevinhador desde os 13, colecionador de filmes, livros e cds, cinéfilo desde os 5 anos de idade quando foi ao cinema pela primeira vez (o filme Branca de Neve e os 7 anões), no grandioso Cine São Luiz. Fã de Ruy Castro, Nelson Rodrigues, Woody Allen, Martin Scorsese,Nelson Pereira dos Santos, cinema noir e música brasileira. Apaixonado por cinema já ministrou cursos de roteiro e História do cinema. Participou de cinco edições do Fest Cine Amazônia, como assessor de imprensa, duas vezes na seleção de filmes, presidente de júri e jurado. Admirador e conhecedor do dramaturgo Nelson Rodrigues ministrou palestras sobre a vida e a obra deste genial autor. É casado, tem três filhos e escreve poemas em homenagem aos amigos e pessoas que admira. Seu filme predileto é O Poderoso Chefão (a trilogia). Ama filmes clássicos, mas não deixa de assistir a maioria das produções em cartaz. Também aprecia o teatro e um bom papo.