Connect with us

Hi, what are you looking for?

Capital

Mutirão realiza 190 audiências e movimenta mais de R$ 891 mil em acordos na Capital

No período de 3 a 7 de fevereiro, o Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas do Fórum Trabalhista de Porto Velho (Cejusc-JT) realizou um mutirão para analisar e homologar mais de R$ 891 mil reais em acordos extrajudiciais envolvendo ex-funcionários de uma única empresa, a H.M Balbi Serviços e Comércio Eireli.

O esforço concentrado movimentou a capital Porto Velho/RO e mais três municípios (Rolim de Moura, Ji-Paraná e Vilhena), onde foram realizadas 190 audiências, algumas através de videoconferência, e conciliados exatamente R$ 891.085,60.

De acordo com o juiz supervisor do Cejusc Porto Velho, Vitor Leandro Yamada, o mutirão foi necessário devido ao grande número de processos, bem como a necessidade de pagamento imediato aos trabalhadores, com economia de tempo e recursos ao evitar a locomoção.

Porto Velho

Somente na Capital, foram realizadas 131 audiências, sendo 48 no dia 03, 21 no dia 04, 18 no dia 05, 7 no dia 06 e 37 no dia 07 de fevereiro. Os acordos totalizaram um montante total de R$ 593.770,82.

O Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Terceirização em Geral e Prestação de Serviços do Estado de Rondônia se fez presente a todas as audiências, representado por sua presidente, Anthenis Maia de Lucena.

Nos acordos celebrados foi acertado o pagamento regular do salário e demais benefícios devidos ao empregado relativos ao mês de janeiro, das verbas rescisórias no prazo estipulado, assim como liberação do FGTS.

Durante as audiências, foi esclarecido aos ex-funcionários as consequências jurídicas advindas desse acordo, principalmente em relação à quitação geral ao extinto trabalho de trabalho. Após tirarem suas dúvidas e mesmo diante das ressalvas apresentadas pelo sindicato, os empregados presentes pessoalmente ou por videoconferência ratificaram integralmente os termos do acordo.

Municípios

Para atender os municípios de Rolim de Moura, Ji-Paraná e Vilhena, o Cejusc utilizou a ferramenta de videoconferência para encurtar as distâncias e homologar os acordos.

O sistema viabilizou a realização de 26 audiências de conciliação nos dias 04 e 07 com os trabalhadores que estavam em Rolim de Moura, localizado na região conhecida como Zona da Mata, distante mais de 480 km de estrada da capital. No total, foram conciliados R$ 130.597,48.

Em Ji-Paraná, a mais de 370 km de Porto Velho, as 25 audiências virtuais realizadas nos dias 05 e 06 viabilizaram R$ 129.750,05 em acordos e outros R$ 36.967,25 foram conciliados pelas oito audiências do dia 05 com os ex-empregados que estavam em Vilhena, no cone sul do estado, distante mais de 700 km da capital rondoniense.

O Rondoniense/Ascom TRT 14

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Rondônia

Nesta manhã, a diretoria do SINPOL, reuniu-se com o Secretário de Saúde, Dr. Fernando Máximo, com o Secretário de Segurança Adjunto, Dr. Hélio Gomes...