Rondônia

Negociação: Japonês conquista desconto de R$ 45 milhões na dívida de iluminação pública de Vilhena junto à Energisa

Reunião do prefeito com a diretoria da empresa em Porto Velho também tratou da implantação de LED na cidade

R$ 45 milhões a menos. Esse foi o desconto conquistado pelo prefeito Eduardo Japonês junto à Energisa, em reunião na quarta-feira, dia 17, em Porto Velho. Acumulada desde 1993, a conta de energia da iluminação pública de Vilhena já somava quase R$ 87 milhões. Em ato inédito, o prefeito renegociou o valor, reduzindo-o para mais da metade, além de ter assegurado investimentos milionários em lâmpadas de LED no município por parte da empresa.

“Estamos há nove meses negociando essa dívida, que é mais um dos problemas crônicos de Vilhena que resolvemos enfrentar. Depois de 26 anos de dívida acumulada, conseguimos um bom acordo com a Energisa. Essa é uma conquista de Vilhena que nos permite investir ainda mais na cidade”, explica o prefeito Eduardo Japonês.

O prefeito fez questão de frisar o importante apoio que os vereadores deram à essa missão. Sempre acompanhando as negociações, os parlamentares reforçaram os pedidos de Japonês e agora todos colhem bons frutos desta união. Eduardo lembra também que a dívida só não aumentou devido à coragem dos vereadores em aprovar a atualização de valor da Cosip (Contribuição de Serviços de Iluminação Pública), no fim de 2018.

“A primeira etapa desta negociação foi acabar com o déficit mensal de arrecadação, através da aprovação da Cosip pelos vereadores, que encamparam essa luta. Assim, com as contas em dia e a dívida estagnada, pudemos partir para a segunda etapa, que foi a renegociação, de fato, do débito”, conta Japonês.

O presidente da Câmara de Vereadores, Ronildo Macedo, elogiou e agradeceu ao prefeito pela determinação em resolver o problema. “Somos parceiros da administração quando as iniciativas são boas para a cidade. Muitos criticaram a Câmara por causa da revisão de valor da Cosip, mas confiamos nas análises técnicas da equipe da Prefeitura e na decisão do Japonês. Aí está a prova de que valeu a pena: estancamos a dívida e agora conseguimos um desconto incrível”, diz.

50% DE VILHENA COM LED – A expectativa é que até o fim de 2020 cerca de metade dos 16 mil pontos de iluminação da cidade sejam substituídos por LED, que duram três vezes mais e gastam 60% menos energia. Isso será possível em razão de o prefeito ter conseguido, ainda na reunião, garantias da Energisa de investir R$ 3,3 milhões na instalação de mais de três mil lâmpadas de LED na cidade até dezembro deste ano. Além disso Japonês se comprometeu em instalar outras cinco mil lâmpadas de LED através da Prefeitura.

“Essas duas ações, juntas, farão com que a conta de energia do município reduza em aproximadamente R$ 190 mil por mês, que é o valor da parcela que renegociamos com a Energisa. É com economia gerada pelos investimentos em eficiência energética que a dívida será paga. Esses são os resultados da atuação de uma gestão que planeja e executa de forma consciente, encarando os problemas de frente”, informa Ricardo Zancan, secretário de Planejamento, que acompanhou o encontro.

COMO FICA O PARCELAMENTO – Ainda em 2019 a Prefeitura deverá pagar quatro parcelas de R$ 130,6 mil da dívida. A partir de 2020 o município pagará mais 218 parcelas de R$ 190,9 mil. O valor total a ser pago após a renegociação é mais de 50% menor do que o montante original, e a taxa de juros aplicada será de 0,2% ao mês. Essa proposta de renegociação passará ainda por aprovação da Câmara de Vereadores de Vilhena.

Comentários

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios