Connect with us

Hi, what are you looking for?

Rondônia

No dia Mundial do Braille, Seas destaca a importância do sistema para a inclusão social

O Dia Mundial do Braile é comemorado no dia 4 de janeiro e tem como finalidade conscientizar a sociedade sobre a importância desta ferramenta de comunicação usada por pessoas com deficiência visual ao longo da história. A Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), sabendo desta importância data, reconhece que o sistema braille facilita a comunicação e diminui barreiras sociais promovendo a inclusão e independência das pessoas cegas. Dessa forma, a Seas tem atuado com o desenvolvimento de políticas públicas de promoção dos direitos humanos como uma de suas atribuições, e à qual, está inserida a Política da Pessoa com Deficiência.

A data em alusão, foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2018, mas a escrita braille tem mais de 200 anos de existência. Criado na França, por Louis Braille, o sistema de escrita tátil visa servir como meio de comunicação, informação e aprendizagem, proporcionando a inclusão social das pessoas com deficiência visual. Chegou ao Brasil por intermédio do professor José Álvares de Azevedo, conhecido como o patrono da educação de cegos no Brasil.

Assim como a grafia do alfabeto, o sistema braile possui símbolos próprios que são materializados com seis pontos em relevo e duas colunas. Em sua composição há 63 sinais que são gravados em relevos e combinados em duas fileiras com três pontos cada uma. Dessa forma, permite reproduzir letras, números e quaisquer símbolos utilizados para passar informações aos seus usuários.

A manufatura prática do sistema se dá com a utilização de máquinas de escrever em braile, e a leitura deve ser realizada da esquerda para a direita.

BRAILLE – COMO SURGIU

Após ferir o olho esquerdo aos três anos, com ferramentas de trabalho do pai, o francês Louis Braille acabou desenvolvendo uma infecção, que mais tarde devido a fortes complicações resultou na perda total da visão de ambos os olhos.

Mas o que poderia ser trágico, virou motivação. Mesmo diante das dificuldades o jovem surpreendia a todos com a dedicação aos estudos e ao desenvolvimento de um sistema que pudesse facilitar a leitura, comunicação e aprendizado de pessoas com problemas visuais.

Foi então que em 1824, após vários estudos, o sistema Braille foi concluído, levando o jovem prodígio de apenas 15 anos a ter o nome marcado para sempre na história.

Atualmente, o método é utilizado em todo o mundo e é considerado uma linguagem formal utilizada para a inclusão de muitos como um reparador social. Através da utilização desse sistema as barreiras de comunicação foram vencidas possibilitando a inclusão social de seus usuários.

SEAS

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Rondônia

O avanço da covid-19 mantém Rondônia ainda em situação crítica para doença e a população precisa ficar atenta às restrições implementadas pelo Governo de...