Connect with us

Hi, what are you looking for?

Brasil

Novo projeto que facilita aquisição de remédios para doenças raras pode entrar em votação

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) vai se reunir às 9h30 desta quarta-feira (04/03) para votar 32 itens, entre eles o Projeto de Lei do Senado (PLS) 31/2015, que facilita o registro e a importação dos chamados medicamentos órfãos, usados para o tratamento de doenças raras. A indústria farmacêutica possui pouco interesse no desenvolvimento e comercialização desses tipos de remédios devido à baixa procura.

De acordo com o autor da proposta, senador Álvaro Dias (Podemos-PR), existe muita burocracia na atual regulamentação de importação de medicamentos órfãos no Brasil, o que causa problemas para a saúde e o bem-estar de pacientes. O senador afirma também que há falta dessas drogas no mercado nacional e as dificuldades na importação levam, muitas vezes, os pacientes a recorrerem a formas clandestinas de aquisição. O projeto recebeu voto favorável do relator, senador Humberto Costa (PT-PE).

Também está na pauta da CAS o projeto de lei que determina a notificação compulsória de doenças raras às autoridades sanitárias. O PL 4.691/2019, da senadora Leila Barros (PSB-DF), estabelece a obrigatoriedade de notificação de todos os diagnósticos, agravos e eventos em saúde relacionados ao problema. O relator, senador Eduardo Girão (Podemos-CE), é favorável à aprovação do texto.

Outro projeto que deve ser votado pelo colegiado, de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), tem como objetivo implementar um sistema de renegociação das dívidas junto ao programa Minha Casa, Minha Vida (PL 5.545/2019).

Conforme o texto, só poderão ser beneficiados os devedores que não possuem nenhum imóvel além daquele cujos débitos sejam objeto de regularização. O autor declarou em sua justificativa que a crise econômica de 2015 causou os atuais elevados índices de desemprego e queda substancial da renda de quem conseguiu se manter empregado, o que provocou significativo aumento no número de inadimplentes do programa Minha Casa, Minha Vida.

O relator, senador Flávio Arns (Rede-PR), emitiu parecer favorável ao texto com emenda determinando a adesão voluntária dos agentes financeiros às renegociações propostas.

  • Fonte: Agência Senado

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...