Rondônia

Obras de esgotamento sanitário em Ji-Paraná iniciam com vistoria técnica do DER

Principal obra pública em Ji-Paraná em muitos anos, a construção e instalação da rede de esgoto na cidade tiveram início na última segunda-feira (3). Com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na ordem de R$ 150 milhões, serão entregues mais de 440 quilômetros de tubulação e uma Estação de Tratamento de Esgoto.

Ao Governo de Rondônia, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), cabe a fiscalização técnica da execução do projeto e aplicação dos recursos. Durante a semana, o diretor-geral do DER, coronel Erasmo Meireles e Sá, vistoriou o início do serviço juntamente com o gestor do PAC em Rondônia, engenheiro Gilson Castro de Moraes, e o engenheiro de campo da empresa responsável pelas obras, Rafael Gaspar.

Rafael coordena o trabalho das equipes, o cronograma de obra, dimensiona os insumos a serem utilizados e faz o acompanhamento in loco da obra. Ele explica que “inicialmente estão trabalhando duas frentes de serviço, composta por 38 operários, sendo 35 contratados aqui em Ji-Paraná. Mas, futuramente vamos ter cerca de 300 operários, sendo 90% de Rondônia, para cumprir o cronograma estabelecido no projeto”.

De acordo com o engenheiro Gilson Castro, as obras de saneamento na cidade têm um prazo de três anos para serem executadas. O projeto de esgotamento sanitário estabelece a entrega de 441,66 quilômetros de tubulação e uma estação de tratamento de esgoto (com quatro lagoas facultativas e outras quatro anaeróbias) para atender 29.117 unidades residenciais.

O diretor-geral do DER destaca que, “esta obra é fruto do esforço das esferas federal, estadual e municipal de governo para o destravamento burocrático. Nosso governador, coronel Marcos Rocha, empenhou-se diretamente para que tudo estivesse de acordo com a lei e que as obras se iniciassem o quanto antes”.

Coronel Meireles ressalta ainda que, além dos empregos gerados no município e toda a importância da obra para a economia local, “o principal de tudo é a melhoria nas condições de saúde pública. O governador tem cobrado o máximo de atenção e rigor, lembrando que saneamento básico é criança crescendo e se desenvolvendo, trabalhador produtivo, idoso com mais longevidade, é a saúde básica chegando pra valer na vida da população”.

A construção da tubulação de esgoto em Ji-Paraná teve início no bairro Boa Esperança, onde permanecerá nos próximos 60 dias ainda estruturando as equipes de trabalho durante este período chuvoso. De lá, as equipes de trabalho irão para a chamada Bacia Sete, onde se localiza o bairro Nova Brasília.


Fonte
Texto: Luiz Augusto Rocha
Fotos: Luiz Augusto Rocha
Secom – Governo de Rondônia