Rondônia

Operação conjunta intensifica fiscalização no trânsito para reduzir acidentes

Above

Com o objetivo de intensificar as fiscalizações educativas no trânsito visando à redução dos acidentes e mortes nas vias e engajados ao trabalho que o Governo do Estado vem fazendo, o  Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Rondônia tem buscado trabalhar em parceria com outras instituições como a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran). Na manhã da sexta-feira (20) foi realizada uma grande operação na Avenida Tiradentes com Rio Madeira, em Porto Velho, onde os condutores foram orientados sobre a importância do comportamento no trânsito.

O diretor geral do Detran, coronel Neil Aldrin Faria Gonzaga, e a diretora Técnica de Educação de Trânsito (Dtet), Cleuza Corrêia, estiveram no local acompanhando todo o trabalho. Gonzaga falou que a maioria dos acidentes de trânsito são provocados por fator humano, ou seja, imperícia ou imprudência. E que a maioria dos acidentes ocorre envolvendo motocicletas, sendo as ocorrências mais graves em virtude da exposição do condutor.

Neil Gonzaga lembrou que os condutores precisam ter comportamento no trânsito, respeitar a legislação, e destacou que o Detran, por meio da Diretoria Técnica de Educação de Trânsito, tem feito trabalho muito importante de educação e os resultados estão nos índices Estatísticos do Anuário de 2018, que está em fase de conclusão, que mostra redução significativa nos índices de mortes de 20,9% nos acidentes de trânsito em Rondônia.

Nos dias 27 e 28 deste mês o Detran, por meio da Diretoria Técnica de Habilitação e Medicina do Trânsito (Dthmet), estará realizando em Ji-Paraná o V Encontro Anual de Centros de Formação de Condutores (CF`s). Segundo o diretor geral, durante o encontro serão debatidos a qualidade da formação dos novos condutores, “medidas visando sempre à qualidade na formação dos futuros motoristas, visando sempre à redução de acidentes de trânsito”, afirmou.

Durante a operação de educação de trânsito, os condutores receberam material informativo e, ainda, os motociclistas que estavam com a documentação pessoal e do veículo em dia eram presenteados com capacetes novos. O condutor da motocicleta entrega o seu capacete vencido e recebe um novinho doado pelo Detran.

Misael Fernandes Ferreira, morador do bairro Jk I, na zona Leste, entregou o seu capacete que já estava sem condições de manter a sua segurança em caso de necessidade e recebeu das mãos do coronel Gonzaga um capacete novo.

O diretor geral do Detran aproveitou para orientar o motociclista Misael Fernandes sobre a importância da direção defensiva no trânsito para evitar acidentes. Misael confessou que já sofreu acidente de trânsito ao pilotar motocicleta e gradeceu o diretor do Detran pelo capacete novo.

 

“sinceramente eu não esperava ser presenteado com um capacete novo na fiscalização de trânsito”, disse o condutor.

Riomar Ferreira Braga, 57 anos, moradora do bairro Liberdade, em Porto Velho, disse que pilota motocicleta há 20 anos e que nunca se envolveu em acidente de trânsito. Ao ser questionada como age no trânsito para não se envolver em acidentes, respondeu:“a maioria dos acidentes que eu vejo por ai ocorrem por imprudência, no trânsito eu cuido de mim e dos outros, por isso que até hoje nunca me envolvi em acidente de trânsito”, afirmou a motociclista que se orgulha de não fazer parte dessa triste estatística que deixa muitas pessoas sequeladas ou mortas.

O comerciante Vagner Tavares da Silva elogiou a ação do Detran em fazer blitz educativa, pois segundo ele, em Porto Velho, existem muitos acidentes de trânsito. “É muito importante esse trabalho para conscientizar as pessoas sobre os cuidados quando estiverem dirigindo ou pilotando motocicletas”, disse o motorista.

Em 2018 foram registrados 205 acidentes de trânsito só no perímetro urbano da Rodovia BR-364 na cidade de Porto Velho. O segundo local que mais registra acidentes de trânsito é a Rodovia BR-319 (Governador Jorge Teixeira), no perímetro urbano foram registrados 170 acidentes de trânsito no ano passado. Depois vem a Avenida Calama com 155. Avenida Jatuarana, na zona Sul, com 138. Amazonas com 136. Mamoré com 134. Sete de Setembro com 128. E assim segue os dados estatísticos do Detran que serão divulgados em breve.

Coronel Neil Gonzaga voltou a frisar que todas as pessoas são responsáveis por um trânsito mais seguro e humanizado. Ele alertou para a importância de se respeitar a legislação de trânsito e, por fim, agradeceu a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Secretaria Municipal de Trânsito de Porto Velho pelo trabalho em parceria com o mesmo objetivo, evitar acidentes de trânsito e salvar vidas.

Below