Connect with us

Hi, what are you looking for?

Rondônia

Órgãos da Justiça discutem criação do Núcleo de Atendimento Integrado do Adolescente para atender sistema socioeducativo

Garantir um primeiro atendimento ao adolescente a quem se atribua prática de ato infracional, com foco na acolhida, acompanhamento e direcionamento por meio da atuação de instituições em rede é o objetivo do Núcleo Integrado do Adolescente, uma das principais entregas do eixo 2 do Programa Fazendo Justiça, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com o Programa para as Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), para o sistema socioeducativo.
O programa prevê a criação de Núcleos de Atendimento Integrado ao Adolescente em todo o país, com participação de instituições ligadas ao sistema de Justiça e à rede socioassistencial. Em Rondônia, as ações para a pactuação deste equipamento público foram o foco de uma reunião realizada esta semana entre o Tribunal de Justiça de Rondônia e o CNJ.
A instalação do NAI garantindo um atendimento célere, integrado e em respeito aos direitos dos adolescentes, atende o Estatuto da Criança e do Adolescente, que em seu artigo 88 prevê a integração operacional de órgãos do Judiciário, Ministério Público, Defensoria, Segurança Pública e Assistência Social, preferencialmente em um mesmo local, para efeito de agilização do atendimento inicial a adolescente a quem se atribua autoria de ato infracional. O conselheiro Mário Guerreiro (CNJ) e Antônio Carlos, juiz auxiliar da Presidência do CNJ participaram da reunião.
O objetivo da reunião, que contou com a participação do presidente do TJRO, desembargador Paulo Mori e do desembargador Isaías Fonseca, coordenador de Infância e Juventude do TJRO, foi garantir o apoio institucional do TJRO para a implantação e o fortalecimento do NAI em Rondônia. O juiz secretário geral Rinaldo Forti da Silva e o juiz titular da Vara Infracional e de Execução de Medidas Socioeducativas, Marcelo Tramontini também participaram da reunião, que foi realizada de forma remota.
Durante a reunião o TJRO se comprometeu a articular a criação de um Comitê Interinstitucional para desenvolver as pautas relacionadas a implantação do NAI, desde a formulação e adoção de termos de cooperação técnica para funcionamento do NAI, ações de articulação com os demais atores locais que compõem o sistema de justiça e a rede socioassistencial, como as secretarias estaduais e municipais de Saúde, Assistência Social, Educação, Esporte, Cultura e Lazer, dentre outras, bem como a integração do fluxo de atendimento dos órgãos e instituições que compõem o NAI.
Assessoria de Comunicação Institucional

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço...