Pedal Natal de Amor - Servidores e magistrados entregam panetones doados | O Rondoniense %
Capital Rondônia

Pedal Natal de Amor – Servidores e magistrados entregam panetones doados

Above

O Pedal Natal de Amor, organizado pelo Grupo Saúde Sobre Duas Rodas, do Tribunal de Justiça de Rondônia, entregou, desde o dia 14, cerca de 220 panetones para as crianças do NACC – Núcleo de Apoio à Criança com Câncer, do projeto Tênis Para Todos e da Casa de Apoio do Hospital de Amor da Amazônia-HAA. A ação, inicialmente, seria para os pacientes do ambulatório do Hospital, mas a superação da meta de 200 unidades para mais de 400 permitiu estender as doações.

A juíza Juliana Paula, uma das entusiastas do Pedal Natal de Amor, foi até o Sesi, onde são realizadas as aulas do projeto Tênis Para Todos e, emocionada, falou para as trinta crianças de 6 a 12 anos que fazem aula de tênis gratuitamente. “Esses panetones foram doados por muita gente e nós viemos aqui representando a nossa instituição e todas as outras pessoas que contribuíram para que este momento se concretizasse. Não é algo muito grande, mas é uma representação simbólica do nosso desejo de que vocês tenham um Feliz Natal e que o Ano Novo seja cheio de alegrias”, explicou a magistrada às crianças.

O professor Eduardo Gonçalves, idealizador e coordenador do projeto responsável pela execução das aulas de tênis às crianças da Escola Orlando Freire, disse que “é a primeira vez, no estado de Rondônia, que crianças carentes, de escola pública, tem a oportunidade de aprender um esporte praticado, na maioria das vezes, por pessoas de maior poder aquisitivo”. Além disso, o professor destacou a importância dessas crianças “estarem em um bom ambiente de convívio social, que o esporte propicia, além de ocupar o tempo e terem, futuramente, a oportunidade de participar das competições da Federação Rondoniense de Tênis”, explicou Eduardo, ao enfatizar que bom comportamento e boas notas no decorrer do ano letivo são requisitos para permanecerem no projeto.

Uma estrutura recém-inaugurada, construída pela boa vontade de pessoas que se sensibilizaram com a causa das crianças em tratamento oncológico, encanta quem visita pela primeira vez a sede do Núcleo de Apoio à Criança com Câncer. São 16 suítes, com 4 ou 6 acomodações, para crianças e acompanhantes, cozinha, refeitório, brinquedoteca, auditório, sala de convivência e outros ambientes que se contrastam com a estrutura anterior do NACC, uma casa com três quartos.

Representado pela servidora Érica Oliveira, o Grupo Saúde Sobre Duas Rodas, do TJRO, presenteou as crianças do NACC, com 60 panetones, doados por servidores, magistrados e pessoas de outros grupos e instituições que aderiram à proposta de transformar atividade física em ação de solidariedade.

Presente desde o início das atividades do NACC, o desembargador Isaías Fonseca Moraes, presidente de honra da entidade, ao recordar que a  primeira reunião de fundação do NACC foi no dia do seu aniversário de 40 anos, explicou como foi a trajetória do Núcleo, desde um quarto na casa de uma voluntária, passando pelas casas alugadas, realização de eventos para arrecadar fundos,  aquisição do terreno, projeto, convênio, até chegar à nova sede,  considerada uma grande conquista para a entidade, que completou 12 anos.

No NACC ficam hospedadas as crianças encaminhadas pelo hospital. Geralmente vêm de outras cidades para passar longos períodos e contam com apoio desde a condução de ida e volta entre o hospital e o Núcleo, até atividades para os acompanhantes, nas horas vagas. Ao agradecer a doação dos panetones, o desembargador Isaías Fonseca disse que “a iniciativa muito nos alegra e demonstra a participação sempre ativa dos integrantes do TJRO, que conhecem a obra e a causa da família NACC”.

HOSPITAL DE AMOR

Na entrega de panetones ao Hospital de amor, mais emoção e solidariedade. A juiza Juliana Brandão fez uma oração com os pacientes, em seguida, junto com o grupo de servidores do TJRO, visitou vários setores da unidade: ambulatório, setor de quimioterapia, recepção da triagem, setor de ressonancia magnética, onde há um aparelho comprado com recursos de penas pecuniárias. A diretora administrativa do hosptial, Vanessa Menezes agradeceu a parceria e a solidariedade.

O Rondoniense/TJ RO

 

Below