Mundo

Pence pede que UE reconheça Guaidó como “único presidente legítimo”

O Rondoniense Pence pede que UE reconheça Guaidó como "único presidente legítimo"
O Rondoniense Pence pede que UE reconheça Guaidó como "único presidente legítimo"
Above

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, assegurou neste sábado que o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, é “um ditador” e “deve sair”, além de pedir à União Europeia (UE) que reconheça Juan Guaidó como “único presidente legítimo”.

Pence fez estas declarações na Conferência de Segurança de Munique (MSC), um fórum de política externa e defesa, no qual disse que na Venezuela acontece “uma tragédia que precisa da resposta de todo o mundo”.

Na Venezuela está ocorrendo uma “luta entre ditadura e liberdade”, argumentou Pence, que enumerou os problemas políticos e econômicos do país latino-americano e estimou que outros 2 milhões de venezuelanos podem deixar neste ano o país, se somando aos 3 milhões de refugiados.

“Felizmente, a liberdade está começando a triunfar”, acrescentou Pence, que disse que nos próximos dias o povo venezuelano voltaria a sair às ruas exigindo “democracia” e um “Estado de direito”.

O vice-presidente lembrou que em uma conferência realizada nesta semana em Washington 30 países reafirmaram o compromisso em ajudar a Venezuela e enviar ajuda humanitária.

Os EUA, prosseguiu, estão “orgulhosos” de ter sido o primeiro país a reconhecer Guaidó como presidente legítimo.

Atualmente 52 países já reconheceram Guaidó, dos quais 30 são europeus, indicou.

“O resto do mundo deve seguir essa tendência agora”, acrescentou.

A Europa reconheceu Guaidó como presidente interino após ter dado a Maduro oito dias para que convocasse eleições, pedido ao qual o presidente venezuelano não respondeu.

 

EFE Munique (Alemanha)

Below