Início Destaques VISTORIAS – Blitz na Saúde do TCE encontra irregularidades nas UPAs em...

VISTORIAS – Blitz na Saúde do TCE encontra irregularidades nas UPAs em Porto Velho

Foram fiscalizados pelas equipes da Secretaria-Geral de Controle Externo (SGCE) do TCE cinco pontos principais durante a atividade

A vistoria-surpresa verificou as condições de prestação dos serviços ofertados pelas três unidades existentes no Estado de Rondônia

Envolvendo mais de 20 profissionais de sua área de fiscalização, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO) realizou, na manhã desta quarta-feira (5), a operação denominada “Blitz na Saúde”, na qual foram vistoriadas unidades de pronto-atendimento (UPAs) dos municípios de Porto Velho e Ariquemes.

A vistoria-surpresa verificou as condições de prestação dos serviços ofertados pelas três unidades existentes no Estado de Rondônia, ou seja, as duas de Porto Velho (UPAs da Zona Sul e Zona Leste), e a UPA do município de Ariquemes, além das unidades de pronto-atendimentos Ana Adelaide e José Adelino (ambas em Porto Velho), que também realizam atendimentos 24 horas.

Foram fiscalizados pelas equipes da Secretaria-Geral de Controle Externo (SGCE) do TCE cinco pontos principais durante a atividade: o controle e a presença de pessoal (incluindo as escalas de profissionais da área); controle de medicamentos; condições físicas (limpeza, conforto e sinalização, entre outros); estado e manutenção dos equipamentos das UPAs; e aspectos relacionados ao atendimento aos usuários dos serviços.

A “Blitz na Saúde” contou com a participação do secretário-geral de Controle Externo, Bruno Piana, que, durante manifestação, lembrou que a área fiscalizatória do TCE, ao realizar essa atividade, não está apenas cumprindo seu papel, mas também agindo com foco na melhoria da gestão pública.

“O propósito é que, a partir do que nossas equipes verificaram nessa fiscalização, possamos dar nossa contribuição, induzindo medidas corretivas e recomendando pontos que demandem ação dos gestores para melhoria, já que buscamos um só objetivo: atender o nosso cliente, que é o cidadão, da forma como ele deve e merece ser atendido”, disse Bruno.

Tudo o que foi levantado pelas equipes da SGCE nesse trabalho de campo será agora materializado em um relatório técnico, que é encaminhado aos conselheiros relatores da área, assim como aos gestores das unidades fiscalizadas, de forma individualizada, e também a instâncias responsáveis pelo acompanhamento ou execução de políticas públicas de saúde, como conselhos sociais, controles internos, Poder Legislativo e Ministérios Públicos.

O Rondoniense