Connect with us

Hi, what are you looking for?

Interior

Plano de Retorno às Aulas Presenciais da Prefeitura de Vilhena será apresentado nesta quarta-feira

Embora Governo do Estado tenha liberado retorno, regras municipais devem ser respeitadas pelas redes estadual, municipal e privada

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) irá apresentar nesta quarta-feira, às 10h, em evento on-line, os detalhes do Plano de Retorno às Aulas Presenciais, conforme autorização do decreto estadual n° 25.782. Diversas regras serão exigidas e, segundo o Governo do Estado, toda a rede de ensino local (estadual, municipal e privada) deverá seguir as normas a serem publicadas pela Prefeitura.

Além de atender às medidas de segurança sanitária expostas no plano, todas as escolas precisarão também ser vistoriadas pela Vigilância Sanitária e pelo Corpo de Bombeiros antes de retomarem suas atividades.

Algumas normas já estão bem expressas no decreto estadual, que determina a suspensão das “atividades educacionais presenciais regulares na rede estadual até a finalização do plano de retomada junto à Secretaria de Estado da Educação”. Já no caso das instituições de ensino públicas municipais “o retorno às aulas fica a critério de cada gestor municipal, de acordo com o plano de retomada de cada Município, e ainda, as diretrizes estabelecidas pelas notas técnicas da Agevisa”.

Em Vilhena, classificada na Fase 3 do decreto estadual, a retomada às aulas presenciais da rede particular deve acontecer “de forma gradual e escalonada de até 50% de sua taxa de ocupação com o distanciamento mínimo de 120 centímetros entre as carteiras”.

No decreto estadual fica assegurado também o direito aos pais ou responsáveis dos alunos, bem como maiores de idade pertencentes às instituições de ensino privadas, a optarem pelo ensino presencial ou pelas atividades educacionais remotas (on-line).

Além disso, o Governo abre a possibilidade de as instituições de ensino disponibilizarem salas de informática ou laboratórios de aulas práticas, salas de recurso, espaços para aulas de reforço e tira-dúvidas aos alunos com o objetivo de garantir acesso de seus alunos ao material on-line do ensino remoto, sendo obrigatória a adoção das medidas de segurança sanitárias nestes espaços.

A Procuradoria Geral do Município (PGM) recomenda a todas as instituições de ensino que aguardem a divulgação do Plano Municipal de Retorno às Aulas Presenciais, nesta quarta-feira, para deliberar ou divulgar suas respectivas retomadas. A  PGM lembra ainda às instituições da rede privada que estas também devem buscar autorização para retorno junto à Vigilância Sanitária, conforme plano e nota técnica.

A fiscalização das instituições de ensino fica a cargo da Vigilância Sanitária do município, que deverá interditar aquelas que não estiverem com o alvará regularizado, até que cumpram integralmente as regras.

Semcom

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Brasil

Falta de matéria-prima importada ameaça fabricação de imunizantes contra a covid no país. IFA que chegaria esta semana para o Butantan só desembarca na...