Destaques Interior

Polícia Civil realiza Operação contra prostituição de adolescentes

1ª Delegacia de São Francisco de Guaporé deflagra operação PATTAYA em combate aos crimes de prostituição infantil e exploração sexual.

Os investigadores das Delegacias de São Francisco e Costa Marques cumpriram, na manhã de hoje (01/10) três mandados de prisão preventiva em desfavor de gerentes de estabelecimentos comerciais onde funcionavam casas de prostituição.

As investigações indicaram uma proliferação de casas de prostituição em São Francisco do Guaporé, incluindo adolescentes em situação de exploração sexual. Em resposta, a Polícia Civil instaurou o Inquérito que culminou na operação de hoje e outras medidas repressivas estão previstas, tais como:

1) Transporte de garotas de programas para suas cidades de origem, por meio dos setores de ação social, ação esta com apoio da Prefeitura;

2)Identificação das adolescentes em situação de exploração sexuais; Ação conjunta com o Conselho tutelar;

3)Vedação de concessão de Alvará de funcionamento aos estabelecimentos com suspeita de atividades e a imediata instauração de inquérito policial para apurar o crime de casas de prostituição;

4)Fiscalizações noturnas nos estabelecimentos, com o fim de prender em flagrante os donos de locais que sejam identificados com bordéis que estejam em pleno funcionamento no ato de comparecimento da polícia.

“A propagação de casas de prostituição contribui para o aumento da violência em diversos níveis, em muitos casos, é pano de fundo para crimes mais graves, fomentando o narcotráfico, a lavagem de capitais e facilitando a formação de organizações criminosas voltadas ao tráfico interno de pessoas para fins de exploração sexuais”, afirmou o delegado Rodrigo Silva Duarte, titular da delegacia de São Francisco.

A operação foi batizada com o nome da cidade tailandesa: Pattaya que é mundialmente conhecida como a capital da prostituição.