Interior Rondônia

Policial penal da cidade de Ouro Preto é diagnosticado com coronavírus

Um policial penal está entre os diagnosticados com o novo coronavírus em Ouro Preto do Oeste (RO), distante cerca de 320 quilômetros de Porto Velho. O caso foi incluído no boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) do último domingo (12).

O Sindicato dos Agentes Penitenciários de Rondônia (Singeperon) divulgou que o infectado é um servidor, de 28 anos, lotado na Casa de Detenção de Ouro Preto. A informação foi confirmada pela Sesau.

O policial é o segundo caso registrado em Ouro Preto do Oeste. O primeiro caso foi o de um homem de 57 anos que chegou de viagem do Espírito Santo.

Em nota, o Singeperon denunciou a falta de equipamentos de proteção individual para os agentes em “muitas unidades prisionais” do estado. Os policiais estariam recebendo materiais externos, chamados de jumbo, sem a devida proteção.

Segundo a Secretaria de Justiça (Sejus), os servidores que tiveram contato com o policial contaminado foram afastados do trabalho. A secretaria ainda informou que a transmissão de vírus para o agente ocorreu em âmbito familiar e não tem relação com a atividade profissional. O servidor está sendo acompanhado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Quanto a situação da falta de equipamentos de proteção individual para os agentes, como reposição dos policiais penais afastados, a Sejus até o presente momento não se manifestou.