Capital Destaques

Prefeito anuncia novas datas de funcionamento do comércio na capital

Em uma live publicada na tarde desta quarta-feira (22), o prefeito Hildon Chaves (PSDB/RO) informou que o comércio de Porto Velho irá retornar as atividades gradualmente e dependendo do avanço da doença na cidade e o comportamento da população, pode voltar atrás na decisão.

Hildon Chaves, no vídeo enfatiza que será realizado pela parte do Executivo Municipal uma força-tarefa para que as normas de funcionamento do comércio sejam rigorosamente cumpridas, e solicita que a população colabore denunciando locais que estejam descumprindo as regras de funcionamento.

“O canal da Ouvidoria da Prefeitura vai estar aberto para denúncias de caso de descumprimento de normas estabelecidas pelo Decreto. A pessoa tira a fotografia, envia o nome do local e o endereço para que a fiscalização da Prefeitura autue este estabelecimento”, comenta o prefeito. Veja o vídeo.

O comércio da Capital foi fechado por ordem do prefeito no dia 23 de março, quando o prefeito decretou estado de calamidade pública no Município, como forma de prevenção e enfrentamento à pandemia causada pelo Coronavírus.

Segundo a determinações do Executivo Municipal, a partir desta quinta – feira está liberado:

A PARTIR DESTA QUINTA-FEIRA (22)

I – gráficas;
II – papelarias;
III – imobiliárias e Seguradoras;
IV – concessionárias de automóveis, motocicletas, caminhões e equipamentos
pesados, e lojas de veículos novos e semi-novos;
V – lavanderias e serviços essenciais de limpeza como limpa fossa;
VI – produtos de informática e telefonia;
VII – óticas, joalherias e relojoarias;
VIII – tabacarias;
IX – salões de cabelereiro, clínicas de estética, barbearias e lojas de cosméticos;

A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA (27)

I – comércio de confecções em geral, incluindo armarinhos e aviamentos;
II – comércio de Calçados em geral;
III – eletro eletrônicos, móveis, e utilidades domésticas;
IV – Autoescolas e Despachantes

A PARTIR DE 4 DE MAIO

Restaurantes, lanchonetes e sorveterias ficam autorizadas a funcionar, com atendimento local, devendo adotar uma série de providências, como limpeza a cada três horas pisos e paredes, manter distanciamento de mesas e os atendentes usando máscaras. Os empreendimentos não podem fazer eventos ao vivo, além de manterem abertos apenas 50% de suas capacidades.

O decreto atualizado de Hildon Chaves define ainda a abertura de shopping centers, mas em horários restritos e de forma gradual. Os clientes devem usar máscaras:

I – no período de 04.05 a 10.05.2020 no horário de 12h às 18h, neste período não haverá atividade nas praças de alimentação e restaurantes, cinemas e estabelecimentos de entretenimento, excetuando as compras de delivery e retirada nas lojas de alimentação, bem como nos quiosques;
II – no período de 11.05 a. 17.05.2020 a partir de 12h às 19h;
III – no período de 18.05 a 24.05.2020 a partir de 12h às 20h;
IV – do período de 25.05.2020 em diante, a partir de 10h às 22h;

Ainda de acordo com o decreto, bares, academias, escolas, faculdades, igrejas, entre outros, devem abrir somente em maio.

Por fim o decreto define que permanecem suspensos todos os alvarás de funcionamento:

I – cinemas, teatros e bares;
II – boates, casas noturnas, danceterias, e outros estabelecimentos de
III – reuniões ou encontros periódicos de qualquer natureza inclusive os de cunho religiosos.