Connect with us

Hi, what are you looking for?

Capital

Prefeitura de Porto Velho começa a aplicar a segunda dose da vacina CoronaVac

Semusa começa um sistema paralelo de imunização, que irá conciliar a aplicação da segunda dose e a primeira para aqueles que ainda não foram contemplados
A Prefeitura de Porto Velho iniciou, na segunda-feira (15), a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 na capital, para os profissionais de saúde que trabalham no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e de outras sete unidades de saúde do município.
Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), receberam a segunda dose os profissionais que participaram da solenidade que abriu a campanha de vacinação, em janeiro. São utilizadas, nesta etapa, doses da CoronaVac, imunizante fabricado pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac.
A primeira profissional a receber a segunda dose da vacina foi a técnica de enfermagem Maria Nogueira, 57 anos, que trabalha na unidade José Adelino. Ela atua há 19 anos na rede municipal de saúde, três deles na José Adelino. Desde o começo da pandemia, trabalha na linha de frente, atendendo pacientes com sintomas da Covid-19. “Agora eu me sinto mais segura, posso trabalhar com tranquilidade. Me sinto mais feliz. A gente não tem nem palavras”, contou a profissional.
Ela ainda fez um relato dos dias de combate à pandemia na capital. “A vida dos profissionais está muito tensa, nós ficamos ali na linha de frente e nós temos que salvar vidas, né? Eu espero que todos tomem a primeira e a segunda dose da vacina”, disse esperançosa.
Quem também tomou a segunda dose foi a auxiliar de enfermagem, Fátima Leitão Souza, de 54 anos. Com 33 anos de serviços prestados, sendo oito na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Sul, referência no atendimento da doença no município, ela foi a primeira portovelhense a ser vacina durante a abertura da campanha na capital. Fátima também já trabalhou 15 anos como vacinadora. Além de atuar na linha de frente, a profissional é diabética e faz parte do grupo de risco, foi contaminada pelo novo coronavírus e conseguiu se curar.
Segundo a gerente de imunização da Semusa, Elizeth Gomes, a partir de agora a campanha entra numa etapa de vacinação paralela, ou seja, os profissionais que receberam a primeira dose começam a receber a segunda, mas quem ainda não foi imunizado irá receber a primeira dose. “Nessa ída da segunda dose, a gente vai vacinando aqueles que ainda não receberam a primeira dose. Chegando outras doses, abriremos para outras faixas de idade para os idosos”, explica.
Os próximos grupos contemplados com a vacina serão informados antecipadamente ao início de novas etapas da campanha, sempre através dos canais de comunicação oficiais da Prefeitura de Porto Velho.
A Semusa reforça que a segunda dose da vacina está garantida para todos os que receberam a primeira dose do imunizante. A estratégia para esta etapa será a mesma adotada até aqui, ou seja, as equipes de vacinação itinerantes vão aplicar a vacina dentro das unidades com agendamento prévio e dentro do intervalo estabelecido entre as duas doses.
A partir de agora, o cronograma da segunda dose será o seguinte:
15/02 – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)
17/02 – Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Leste
17/02 – Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Sul
17/02, 18/02 e 19/02 – Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron)
18/02 – Unidade Básica de Saúde Manoel Amorim de Matos
18/02 e 19/02 – Hospital de Campanha de Porto Velho
A vacinação dos profissionais de saúde dessas unidades acontece das 09h às 16h.
Em Porto Velho, a segunda aplicação da vacina CoronaVac será realizada com 28 dias contados a partir da primeira dose, conforme orientação do Informe Técnico do Ministério da Saúde. Desde o primeiro dia da campanha de vacinação contra a Covid-19, a Semusa já imunizou 11.675 pessoas dos grupos prioritários.
Assessoria
 

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Cultura

Oi, aqui é o Álisson, prazer, quem me conhece pessoalmente sabe que sou bocudo  –  em várias variáveis, inclusive. Começo pelo meu fenótipo: boca...

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...