Connect with us

Olá, tudo bem? O que você está pesquisando?

Destaques

Prefeitura e Governo passam utilizar mesma plataforma para divulgar os óbitos por Covid – 19

(FILES) In this file aerial photo taken on June 2, 2020 shows a gravedigger standing at the Nossa Senhora Aparecida cemetery where COVID-19 victims are buried daily, in the neighbourhood of Taruma, in Manaus, Brazil, during the novel coronavirus pandemic. (Photo by Michael DANTAS / AFP)

As informações sobre o registro de óbitos diários da Covid-19 em Porto Velho vão passar a ter conformidade nas plataformas do Estado e Município a partir da próxima segunda-feira (15). O compromisso foi acertado nesta sexta-feira (12) em reunião por videoconferência, solicitada pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e envolveu as equipes técnicas de saúde do Município e do Poder Executivo.

A prefeitura de Porto Velho, que havia adotado o Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) como o principal para registro de óbitos vai fazer também notificações na plataforma do e-SUS utilizado pelos demais municípios rondonienses, Estado e pelo Ministério da Saúde. Gradativamente os casos de óbitos já registrados no SIM serão lançados também no e-SUS. Desta forma, até que haja a conclusão da sincronia dos dados, o que está planejado para segunda-feira, essas notificações conforme forem sendo inclusas no e-SUS estarão sendo divulgados no Boletim Covid-19 do Governo de Rondônia, juntamente com novos casos de óbitos.

De acordo com protocolo do Ministério da Saúde, os Municípios devem fazer a notificação de todos os casos primários no e-SUS, o que inclui casos suspeitos e confirmados da doença, que permite a gestão municipal fazer o monitoramento da situação epidemiológica dos casos, ou seja, se evoluiu para cura ou óbito. O secretário da Saúde, Fernando Máximo, destacou a importância do alinhamento entre Município e Estado, pois os dados referentes a Covid-19 são essenciais para adoção de decisões para garantir assistência hospitalar à população nesta pandemia.

“Essa parceria com o Município é importante para que haja a organização dos dados no e-SUS’’, destacou o secretário

Conforme o coordenador do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Kerry Alisson Souza, o Estado está à disposição para nortear os municípios quanto ao registro de casos da Covid-19, inclusive, diariamente é feito um levantamento de casos em defasagem e os mesmos são informados aos municípios. ‘‘Os dados no e-SUS não podem ficar aquém, em fortalecimento de outros sistemas. Conforme recomendação do Ministério da Saúde, o SIM não é o melhor sistema para publicitar óbitos. O e-SUS fornece dados mais céleres até o momento, e os casos de pacientes hospitalizados estão no e-SUS’’, esclarece Kerry.

O registro de casos da Covid-19, incluindo de óbitos, nas plataformas de registros nacionais como e-SUS, é de responsabilidade das prefeituras. A secretária adjunta da Saúde de Porto Velho, Marilene Penatti, reforçou a relevância de seguir o protocolo do Ministério da Saúde. ”É importante igualar os dados”.

O alinhamento entre Município e Estado colocará fim às divergências de informações de registro de óbitos em relação aos que ocorrem em Porto Velho.

SECOM

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Destaques

Em 13 de setembro de 1943, foi criado o Território Federal do Guaporé, pelo então presidente do Brasil, Getúlio Vargas. A política do Estado...