Capital Destaques Saúde

Prefeitura inicia campanha de vacinação com medidas para evitar aglomeração

Apenas idosos e profissionais da saúde serão vacinados nesta primeira fase. O resto da população deve permanecer em isolamento.

A Prefeitura de Porto Velho através da Secretaria Municipal de Saúde inicia nesta segunda-feira (23), em todos os postos de saúde da capital e distritos, a Campanha Nacional de Influenza, que previne contra H1N1, H2N3 e Influenza B.

Nesta primeira etapa, serão contemplados dois grupos de risco: Idosos com mais de 60 anos e profissionais da saúde. A campanha que aconteceria somente em abril foi antecipada devido aos casos de coronavírus no Brasil.

Evitar aglomerações

Este ano a campanha acontecerá em todas as unidades de saúde da capital e dos distritos, além das associações, sindicatos e escolas, sendo importante que a população evite ao máximo permanecer por muito tempo dentro das unidades e esperem o atendimento no lado de fora. Todos, serão chamados de forma gradativa, ajudando assim a evitar aglomeração de pessoas.

Vacinações de rotina suspensas

Todas as outras vacinações de rotina estarão suspensas essa semana, começando nesta segunda-feira (23) até a próxima sexta-feira (27), onde as equipes de imunização estarão priorizando a Campanha de Influenza.

Lembrando que a vacina protege contra a H1N1, H2N3 e Influenza B, mas não do novo coronavírus (Covid-19). Trata-se de uma proteção aos quadros de doenças respiratórias mais comuns que, dependendo da gravidade, pode levar à morte.

Funcionamento

Todas as unidades funcionam de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h, com exceção do Centro de Saúde Maurício Bustani que funciona até às 21h, sendo ideal que as pessoas cheguem antes do horário de fechamento em todas as unidades.

Também é importante lembrar que não existe mais sala de vacinação na unidade do Rafael Vaz e Silva.

Vacinação em outros locais

Equipes também estarão realizando as imunizações em escolas, sindicatos e associações espalhadas em toda a cidade:

EEEF Jânio Quadros Rua Rosalina Gomes, nº 9991, bairro Mariana, coordenada pela UBS Mariana.

EMEIEF Castanheira Rua 8 de Julho, nº 1960, bairro Castanheira, coordenada pela UBS Castanheira.

Sede Social do SINDEPROF (Clube – Rua Milene Costa, entre Av. Amazonas e Rua Raimundo Cantuária, próximo à Escola Padrão) coordenada pela UBS Agenor de Carvalho.

USF Caladinho Rua Tancredo Neves, 4752, bairro Caladinho (Tendas atenderão o público no lado de fora da unidade).

Escola Santa Marcelina Rua Belém, N. 263 bairro Embratel coordenada pela USF Pedacinho de Chão

Campanha suspensa na associação de Moradores do Aponiã, vacinaçõe acontecerão na UBS Aponiã

Drive thru

A partir de terça-feira (24) o caminhão de imunização atenderá como drive thru, atendendo os grupos prioritários que estiverem passando de carro na sede da Semusa, à rua General Osório, 81 , Centro, onde a imunização será feita diretamente com as pessoas nos carros, sem necessidade descida.

Idosos acamados

Idosos acamados ou seus responsáveis poderão ligar para a unidade mais próxima solicitando o atendimento, onde uma equipe se deslocará até as residências para fazer a imunização.

Próximas etapas

A próxima etapa está prevista para ser iniciada no dia 16 de abril, onde aumenta o número dos grupos prioritários, sendo a vez dos professores das escolas públicas e privadas e profissionais das forças de segurança e salvamento.

A última etapa acontecerá no dia 9 de maio, quando poderá ser vacinado o maior número de pessoas, crianças de 6 meses à 5 anos; portadores de doenças crônicas não transmissíveis; gestantes; puérperas, povos indígenas; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estejam sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade.

Cievs

A Prefeitura de Porto Velho disponibilizou os telefones do Cievs para que a população entre em contato, esclarecendo dúvidas.

Também é importante salientar que a pessoa, antes da procura de qualquer unidade de saúde, realize a ligação e se informe sobre qual a melhor conduta a ser feita.

Telefones

3901-2835

0800 647 1010

9.8473-3110

9. 8473-7482

9. 8473-8041