Connect with us

Hi, what are you looking for?

Brasil

Primeira semana de imunização contra a gripe no DF termina com 18 mil vacinados

Grupo da primeira fase inclui crianças de 6 meses a 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores de saúde. Prazo para esse público se imunizar vai até 10 de maio

CorreioBraziliense

A 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe imunizou 18.378 pesssoas na primeira semana, no Distrito Federal. O atendimento começou na segunda-feira (12/4), para crianças a partir de 6 meses a 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde. O primeiro grupo prioritário tem até 10 de maio para receber a dose única contra a influnza.

Neste ano, a vacinação ocorrerá por etapas, em 100 unidades básicas de saúde (UBSs) do DF. A maior parte será aplicada em pontos onde não há imunização contra a covid-19. Nesta primeira fase, a Secretaria de Saúde espera alcançar 391.783 pessoas. A meta da pasta é vacinar 90% do público-alvo — 1.117.656 indivíduos —, de segunda a sexta-feira .

As puérperas representam a maior parcela atendida neste cinco primeiros dias (5,4%). Nesse grupo, a expectativa é de 5.230 mulheres vacinadas, com 230 que tomaram a dose, por enquanto. Em seguida, aparecem as gestantes e os trabalhadores da saúde. Juntos, eles representam 4,7% do público imunizado até agora — 31.817 e 129.627 pessoas, respectivamente. Entre as 225.109 crianças de 6 meses a 6 anos, a cobertura vacinal está em 4,5%.

Neste ano, os idosos, que costumam ser os primeiros a receber a vacina contra a gripe, farão parte da segunda fase, prevista para começar em 11 de maio. O motivo é o andamento da campanha contra a covid-19, que tem essa população como foco. No entanto, cerca de 200 pessoas com 60 anos ou mais já receberam a dose.

Vacinação contra a gripe
Vacinação contra a gripe

Imunização

O Distrito Federal recebeu, na última semana, 113,6 mil doses para iniciar a primeira fase da campanha contra a influenza. A quantidade é suficiente para atender 29% do total de pessoas previstas na primeira etapa. O restante das vacinas será enviado semanalmente pelo Ministério da Saúde.

A dose protege contra os vírus ifluenza A HiNi e H3N2, além do influenza B. Ela é contraindicada para crianças com menos de 6 meses de vida e pessoas com histórico de reação alérgica provocada pelo imunizante.

A influenza é uma infecção respiratória aguda, causada pelos vírus A, B, C e D. O tipo A está associado a epidemias e pandemias, tem comportamento sazonal e provoca alta no número de casos principalmente durante as estações climáticas mais frias. O Ministério da Saúde acompanha o avanço da influenza no Brasil por meio da vigilância de casos de Síndrome Gripal (SG) e de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em pacientes hospitalizados.

Grupos prioritários na vacinação contra a gripe

CorreioBraziliense

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Mundo

Atualmente, é comum que navegadores de internet como o Google Chrome ou o Safari já venham de fábrica instalados diretamente nos sistemas operacionais. Porém,...