Mundo

Príncipe Charles ‘passa bem’ e é liberado do isolamento após diagnóstico de Covid-19

O príncipe Charles do Reino Unido foi liberado do isolamento e está em boa saúde cinco dias após dizer que foi diagnosticado com Covid-19, informaram as autoridades palacianas nesta segunda-feira (30).

Charles, de 71 anos, é o filho mais velho da rainha Elizabeth II e o herdeiro do trono. “O príncipe de Gales, depois de consultar seu médico, está fora do isolamento”, publicou a Casa de Clarence, o nome do palácio onde vive o príncipe.

Na quarta-feira (25), o teste do príncipe Charles do Reino Unido para o Covid-19 deu positivo. Ele apresentou sintomas leves, mas está em boa saúde e vinha trabalhando de casa nos últimos dias de maneira usual.

Charles esteve com a mãe, a rainha Elizabeth II, no dia 12 de março, de acordo com informações de fontes da realeza britânica passadas à Reuters. A rainha tem 93 anos.

A mulher de Charles, Camilla, a duquesa de Cornuália, de 72 anos, não foi diagnosticada com o vírus. Os dois estavam isolados em uma residência na Escócia.

Primeiro-ministro infectado

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, de 55 anos, está infectado com o coronavírus, de acordo com uma nota do governo divulgada na sexta-feira (27). O político conservador teve sintomas leves e decidiu se isolar.

Matt Hancock, ministro da Saúde, também está com Covid-19. De acordo com um comunicado do governo britânico, ele vai continuar a liderar os esforços contra a epidemia.

Segundo um porta-voz do governo, os sintomas apareceram na quinta-feira, um dia após Johnson ter ido ao Parlamento do país para uma sessão de perguntas e respostas.

O Reino Unido tem 19.522 casos confirmados de coronavírus e 1.228 mortes, segundo o levantamento da universidade Johns Hopkins.