Connect with us

Olá, tudo bem? O que você está pesquisando?

Capital

Programa Alfabetiza Porto Velho recebe apoio do Tribunal de Contas

O presidente do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE/RO), Paulo Curi Neto, esteve na sexta-feira (22) visitando a sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed), em Porto Velho, juntamente com os assessores técnicos e consultores em educação que acompanham o Programa Alfabetiza Porto Velho, um projeto piloto idealizado pela Prefeitura de Porto Velho.

O presidente do TCE/RO reforçou a importância da educação inicial neste momento de pós-pandemia, em que os professores da rede municipal tiveram desafios atípicos para levar ensinamento às crianças dos primeiros anos escolares. “Esse fato de o Tribunal de Contas estar atuando de mãos dadas com a rede de ensino municipal é de suma importância ao avanço e alinhamento do ensino ainda na idade certa, pois estamos correndo um sério risco de uma geração inteira de estudantes se atrasarem em seu contato com a alfabetização; por isso, a nossa preocupação e incentivo na formação de gestores e professores para desenvolver esse programa”, destacou.

Programa atua com 1.062 professores na rede municipal

Programa atua com 1.062 professores na rede municipal

“Contratamos duas consultoras especialistas em educação infantil e fundamental, que já estão trabalhando com levantamentos de informações que nos levarão a um diagnóstico e planejamento para reverter essa atual situação nos ambientes escolares rurais e urbano. É papel do TCE/RO fiscalizar os investimentos e também apoiar, dando suporte para que se otimize esse trabalho”, ponderou Paulo Curi Neto.

Para a secretária da Semed, Gláucia Negreiros, esse é um momento histórico entre os poderes. “Essa parceria vai aperfeiçoar a forma de ensinar dos professores e dar um salto na alfabetização de nossos alunos da rede municipal de ensino. Fico muito grata e reitero isso congratulando o presidente Paulo Curi e também as consultoras Rita de Cássia Paulon e Sueli Amaral, por estarem empenhadas em aumentar a qualidade do nosso ensino nos primeiros anos de alfabetização”, ressaltou a secretária.

ALFABETIZA PORTO VELHO

O Programa Alfabetiza Porto Velho iniciou em abril deste ano e hoje atua com 1.062 professores na rede municipal que ensinam do 1° ao 3° ano, atingindo uma parcela significativa dos mais de 45 mil alunos do ensino infantil e fundamental nas escolas urbanas e rurais.

“A partir deste momento, vai ser criado um Núcleo de Excelência em Alfabetização dentro desse programa, onde será elaborado um caderno especial para o programa implementar a alfabetização na idade certa. A partir daí estaremos medindo com pesquisas e sondagens o avanço nos trabalhos”, finalizou Gláucia Negreiros.

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Destaques

Em 13 de setembro de 1943, foi criado o Território Federal do Guaporé, pelo então presidente do Brasil, Getúlio Vargas. A política do Estado...